NESTE EPISÓDIO...

Nas instalações da PJ, Vítor diz a João que acredita que queira corrigir os erros do passado, mas João diz que não tem nada a acrescentar ao que lhe disse antes e quando Vítor lhe mostra a foto dele, a sair do armazém, João diz que é uma montagem. 

 

Manuel, reunido com Tomás, discute a demora no apoio do partido quando recebe uma chamada e fica a saber que João foi detido.

 

Diogo conta a Margarida que João foi detido, mas não sabem por que motivo. Também lhe pergunta se sabia que Afonso tinha comprado o café, mas ela estranha, pois, o pai está falido.

 

Maria João diz a Emília que tem de arranjar um amante e sugere-lhe Afonso. Emília diz que Tomás faz mais o seu género e que caso engravidasse, podia dizer a Tiago que tinha sido dos tratamentos.

 

Diogo, depois de desejar felicidades a Clara, conta que Teodoro violou uma rapariga, deixando Clara em choque. Teodoro nega e torna-se violento, levando Clara a pô-lo fora de casa.

 

Margarida conta a Rodrigo que João foi preso e pede-lhe, desesperada, que publiquem que ele está a ser perseguido pela PJ.