NESTE EPISÓDIO...

Emília tenta fazer amor com o marido, mas Tiago diz que está demasiado cansado e que quer dormir. Emília ainda insiste, mas sem sucesso e acaba por ficar pensativa.

 

Diogo conta a Clara, Leonor e Amália como tudo se passou e que foi por isso que levou um tiro. Leonor percebe que foi Renato, mas Diogo não confirma. Clara fica devastada.

 

Teodoro segue para o quarto e pega numa arma e começa a carregá-la. Alexandre pergunta o que aconteceu e Teodoro diz que Diogo lhe destruiu a vida e pergunta onde é que ele está.

 

Alexandre vai atrás dele e ameaça chamar a polícia. Teodoro aponta a arma ao filho e manda-o para o quarto, mas Alexandre recusa e acaba por tirar a arma ao pai e aponta-lhe.

 

Teodoro aparece na conservatória, bêbado, e diz a Afonso que já não lhe vende o café. Afonso protesta, mas Teodoro rasga o cheque e o contrato-promessa e vai embora, deixando Afonso incrédulo.

 

João acabou de ser ouvido pelo tribunal que decretou a prisão preventiva. Álvaro está a explicar a Margarida, Diogo e Alexandre os próximos passos, quando Teodoro, bêbado, se aproxima e discute com Diogo. Alexandre separa-os e Teodoro dá-lhe com uma garrafa na cabeça, deixando-o inanimado.