Ana Sofia e João num emotivo frente-a-frente: «Tornei-me uma mulher muito amarga por tua causa»

  • 8 jan 2023, 22:48
Ana Sofia e João num emotivo frente-a-frente: «Tornei-me uma mulher muito amarga por tua causa» - A Ex-periência

Na Experiência, Ana Sofia e João dão uma última oportunidade a uma história de mais de 20 anos. O ex-casal partilha as mágoas do passado num emotivo frente-a-frente

No final da última semana de Ex-periência, Ana Sofia e João enfrentam um intenso e emotivo frente-a-frente onde partilharam as mágoas de uma história de mais de 20 anos.

«É a última oportunidade que te vou dar. Gostava de te perdoar. Ainda estou um bocado incerta. O que mais me magoou foram as tuas traições e as tuas mentiras durante estes anos todos», afirma Ana Sofia.

«Tornei-me uma mulher mais independente e sem precisar de ti para nada. Tornei-me uma mulher muito amarga por tua causa, porque eu não o era, isso afeta-me muito hoje em dia. Ser uma pessoa amarga, revoltada com a vida, é o que eu sou neste momento, por tua causa (…) Fiquei farta de te aturar, não estou para isso, não quero. Queria muito amar-te de novo, coisa que deixei de o sentir há muito tempo (…) Nas tuas saídas noturnas em que deixavas sozinha com os meus filhos, vinhas para casa de manhã, tornaste um pai ausente também», desabafa Ana Sofia.

«Ficava até de manhã no sofá à tua espera e isso é muito difícil de perdoar. Sinto uma grande revolta porque passei os melhores anos da minha vida sozinha, revoltada, sem saber o que fazer e sempre a teu lado. E era infeliz», confidencia, ainda, Ana Sofia.

«Sinto-me triste. Sinto-me envergonhado, sinto-me muito pequenino», admite João, ao ouvir a ex-mulher. «Estou aqui para me culpabilizar por todo o mal que te fiz, as traições que cometi, o passado que tive», diz João em lágrimas.

«Não podes estar sempre a buscar coisas do passado nas divergências que nós temos, (…) tens de retribuir um bocado do carinho que te dou», pede João a Ana Sofia.  «Cresci como pessoa e como ser humano pelas pancadas que apanhei na vida, dos erros que cometi (…) Magoa não me dares aquele carinho, uma palavra, uma festa…», diz.

«É um ato de amor enorme o que eu fiz e estou a fazer. Expor a minha vida perante milhões de pessoas e todos os meus erros estúpidos não é fácil (…) Eu sinto-me sozinho, não tenho casa, não te tenho a ti, não tenho aos miúdos, ando sempre com a trouxa atrás. Quero ter uma vida normal, contigo e com os miúdos. Se não, não estava aqui (..) Tu és tudo para mim», afirma.  

A partilha entre o ex-casal termina com um abraço. «Foi um abraço sentido, de troca de emoções verdadeiras».