Célia confronta Raul com assassinato

11 fev 2021 00:00

Antonieta (Lia Gama) repreende Carolina (Joana Manuel) por se ter envolvido com Ulisses (Nuno Homem de Sá). Carolina lembra-a de que o seu casamento com Zeca é de fachada, mas garante à avó que foi uma vez sem exemplo.

Célia (Sofia Ribeiro) chega a casa e ao ver Joana julga que ela decidiu vir morar com ela. Joana informa-a de que tem uma coisa grave para lhe contar.

Salomé encontra um post-it que lhe chama a atenção e decide fotografá-lo.

Peter (Joaquim Nicolau) convida Rute (Ana Guiomar) para dormir lá em casa, mas ela diz que não pode, pois não avisou ninguém.

Maria Helena (Maria Emília Correia) chega e conta a Peter que tem um mau pressentimento acerca de Diana (Matilde Reymão), porque ela está determinada a vingar-se. Peter sugere falarem com Fred (Filipe Matos), para os ajudar a demover Diana dessa ideia.

Em vez de ouvir Joana (Catarina Rebelo), Célia (Sofia Ribeiro) ralha com a filha por estar a tentar acabar com a relação dela. Joana diz-lhe que ela tem de saber que Raul é um assassino.

Ema (Ana Varela) e Zeca (Graciano Dias) estão surpreendidos por Midas (João Manuel Vieira) ser o pai do filho de Filomena. Ema conta que viu Célia a chorar e Zeca acha que Raul tem aquela fixação por Célia, por ela ser igual a Madalena.

Madalena elogia a intervenção de Gabriel e entrega-lhe um cartão com o seu contacto.

Rita (Beatriz Barosa) fica preocupada por Raul saber que Madalena está em Lisboa e tem medo do que ele possa fazer.

Célia recusa-se a acreditar em Joana e diz que isso deve ser um esquema de Zeca para se vingar. Joana garante que é verdade. Raul entra em casa e Célia pergunta-lhe se é verdade que ele matou um homem. Raul fica sem reação.

Raul faz-se de desentendido e pergunta a Joana se foi Ema que lhe pôs aquelas ideias na cabeça, mas Joana diz que foi Vanda (Fernanda Serrano) quem lhe contou. Célia quer saber se é verdade. Raul garante que é um esquema de Ema e de Zeca para se vingarem dele.

Filomena conta a Ulisses que o homem com quem foi jantar é o pai de Sandro (Miguel Bogalho).

Joana insiste que a mãe tem de sair daquela casa, mas Célia defende que Raul a faz sentir especial. Estela concorda que é perigoso Célia continuar naquela casa, e admite continuar lá para tomar conta da irmã.

Hélder acha que o verdadeiro nome de Midas é Alexandre Marques e que Faustino deve ser uma identidade falsa que arranjou para poder circular à vontade.

As irmãs chegam a casa e comentam com Zeca que Gisela anda a namorar às escondidas com Santos Costa. Zeca (Graciano Dias) fica feliz por Santos Costa (Ricardo Castro) ser namorado de Gisela (Carla Vasconcelos), pois considera-o boa pessoa.

Ulisses (Nuno Homem de Sá) e Filomena (Sofia Nicholson) vão para a livraria para conversar mais à vontade. Filomena não sabe por onde começar e Ulisses dá-lhe uma ajuda, colocando uma série de perguntas.

Evelina (Susana Arrais) está incrédula por ser Raul (Sérgio Praia) o verdadeiro assassino de Leandro e Vanda (Fernanda Serrano) propõe unirem esforços e sugere a Evelina que escreva algo que acuse Raul de assédio sexual.

Filomena revela que é uma longa história. Ulisses aproveita-se da fragilidade dela e promete estar ali para o que ela precisar.

Sandro (Miguel Bogalho) conta que o seu pai morreu. Zeca pede desculpa por ter falado num assunto tão sensível e troca olhares com Ema (Ana Varela).

Evelina não sabe se é boa ideia inventar coisas sobre Raul e Vanda diz-lhe que vai dar-lhe algumas orientações para ela poder pesquisar e escrever sobre ele.

Raul (Sérgio Praia) chora no colo de Célia (Sofia Ribeiro) e ela diz-lhe que vai estar sempre do seu lado, pois gosta mesmo dele e por isso é que ficou tão chateada com o que se passou no restaurante. Raul pede-lhe desculpa pelo sucedido.