Célia e Raul fazem amor

17 dez 2020 00:00

Ema (Ana Varela) considera que pode ter sido Célia (Sofia Ribeiro) que contou a Raul (Sérgio Praia) que ela teve uma relação com Zeca (Graciano Dias) no passado, e que ele era o pai da sua filha.

Joana (Catarina Rebelo) fica chocada quando ouve Ema dizer que suspeita que ela possa ser sua filha.

Célia pergunta a Raul se ele discutiu com a mulher e ele afirma que só lhe interessa falar deles, mas Célia deixa claro que não existe nada entre os dois.

Vanda (Fernanda Serrano) pede ajuda a Evelina (Susana Arrais) para correr com Emília (Dina Félix da Costa) da sua casa.

Zeca (Graciano Dias) liga para Eça (Nuno Pardal) para lhe contar que foi assediado pela marquesa na primeira noite que foi dormir no palacete. Ulisses (Nuno Homem de Sá) interrompe a conversa e fica boquiaberto.

Joana exige explicações e Ema conta-lhe o que descobriu quando retiraram as ossadas da campa da sua filha.

Sandro (Miguel Bogalho) fala com Maria Helena (Maria Emília Correia) sobre o movimento criado para salvar o bairro. Fanã (Salvador Ney) chega, acompanhado por dois músicos, e afirma que o restaurante não pode estar fechado pois é a alma do bairro.

Evelina sugere que Vanda faça Emília acreditar que anda enrolada com David (Jorge Albuquerque) para que ela saia lá de casa.

Antonieta (Lia Gama) espera que o facto de Zeca ter rejeitado Carolina (Joana Manuel) sirva para que ela se capacite que o casamento não passa de um acordo comercial e ela revela à avó que está apaixonada por ele.

Raul leva Célia para a editora e tenta seduzi-la.

Ema conta a Joana as suas suspeitas em relação a Célia. Joana fica surpreendida quando sabe que Célia contou a Raul que Zeca e ela tiveram um caso no passado.

Raul diz a Célia que o facto de ser casado é um detalhe que facilmente se resolve, Célia hesita, mas acaba por beijar Raul e fazem amor.

Joana não acredita no que Ema acabou de lhe contar e mostra-se determinada a falar com Célia para esclarecer as coisas. Ema afirma que Célia vai negar tudo e Joana sai a chamar pela mãe.

Gabriel (Ricardo Carriço) disponibiliza-se para ajudar Arnaldo (João Lagarto) naquilo que for preciso para descobrir a verdade sobre Zeca por deduzir que o que está no cofre se trata de algo muito valioso.

Todos assistem à atuação de Fanã, e um produtor fica muito agradado com ele. Maria Helena ouve a música deliciada, e diz a Diana (Matilde Reymão) que foi uma boa ideia.

Raul e Célia estão completamente envolvidos e beijam-se com desejo.

Joana afirma que Célia desapareceu e quer ligar à polícia. Ema tenta acalmá-la e David sugere que saiam para perceber se alguém a viu.

Raul e Célia acabam de fazer amor e ele indica que ela o levou ao céu. Célia quer ir embora pois tem medo que Joana esteja aflita à sua procura, deixando Raul aborrecido.

Raul tenta beijar Célia quando chegam a casa, mas ela recua e afirma que aquilo que aconteceu entre eles foi um erro.

Célia mente à filha e diz-lhe que saiu para dar uma volta pois precisava de caminhar. Joana pede à mãe uma explicação sobre a troca de bebés e a possibilidade dela ser filha de Ema.