Célia pensa em matar Ema

07 nov 2020 00:00

Joana (Catarina Rebelo) conta a Luís (Diogo Branco) que acha que a mãe empurrou Ema (Ana Varela) de propósito, por achar que Ema a quer afastar dela.

Os paramédicos observam Ema, mas ela garante que está bem e que só quer ir para casa.

David (Jorge Albuquerque) acha que Peter (Joaquim Nicolau) e Raul (Sérgio Praia) lhes esconderam os diamantes, para ele não ter como comprar a editora. Peter conta que os diamantes eram dele e mostra a foto que Duarte lhe enviou, depois de o roubar. David põe a hipótese do acidente ter sido propositado.

Célia (Sofia Ribeiro) conta que Ema arrancou cabelos a Joana e Estela (Isabel Figueira) acha que ela deve estar desconfiada de que Joana é sua filha.

Eça (Nuno Pardal) comenta com Zeca (Graciano Dias) que correu tudo bem e que Vanda (Fernanda Serrano) nem se apercebeu da presença dele. Nesse momento, Vanda grita que alguém roubou os cheques e quer revistar toda a gente.

Emília (Dina Félix da Costa) está incrédula com a possibilidade de Joana ser filha de Ema e ela explica foi ao bairro para conseguir alguns cabelos de Joana para fazer o teste.

Vanda vê Zeca e exalta-se. Ele diz que está só a trabalhar e que não quer problemas. Sara encontra os cheques na mochila de Zeca e todos ficam pasmados. Vanda acusa Zeca de ter roubado os cheques, e revela às funcionárias que foi aquele homem que matou o seu marido e que foi ali para a roubar.

Ninguém acredita que Zeca tenha roubado os cheques. Eça e Ulisses (Nuno Homem de Sá) sabem, ainda, que ele é rico e que não precisa daquele dinheiro. Ulisses não se contém e acaba por usar esse argumento, que deixa Vanda confusa.

Luís pergunta a Joana se haverá alguma câmara de vigilância por ali e assim podem confirmar se o empurrão de Célia foi acidental ou não.

Ulisses argumenta que Zeca vai casar com uma multimilionária e Vanda recorda-se de Luís lhe ter dito que Zeca se ia casar.

Gabriel (Ricardo Carriço) suplica a Carolina (Joana Manuel) para não se casar. Antonieta (Lia Gama) ouve e diz que se ele não fica feliz com o casamento de Carolina, então não é bem-vindo àquela casa.

Emília não acredita que Célia fosse capaz de fazer alguma coisa, mas Ema diz-lhe que vai fazer o teste de ADN, por não conseguir continuar sem saber se a filha está viva ou morta.

Estela põe a hipótese de Ema não desistir, mesmo que o teste dê negativo e pergunta à irmã o que vai fazer se Ema descobrir que Joana é sua filha. Célia diz que só lhe resta acabar com Ema, antes que Joana saiba a verdade.

Diana (Matilde Reymão) ouve Ema falar da possibilidade de Joana ser sua filha e fica chocada.

Gabriel refere que tem medo de que Carolina se esteja a precipitar e indica que está disposto a terminar o seu casamento para casar com ela. Antonieta acha que ele não tem pedigree, nem fortuna para ela.

Célia explica que não quer fazer mal a ninguém, mas que não vai deixar que Ema conte a verdade a Joana. Estela está siderada com o discurso da irmã e diz-lhe que precisa de um médico. Célia não gosta do que ouve e desliga-lhe o telefone na cara.

Ema tenta dar a volta ao assunto, e acaba por contar a Diana a verdade sob a premissa que ninguém pode saber.