Santos Costa ajuda Preto a fugir!

01 mar 2021 00:00

Eça (Nuno Pardal) deixa o bilhete junto do bloco de pedidos e depois senta-se como se nada fosse.

Raul (Sérgio Praia) está satisfeito pelo plano contra Zeca (Graciano Dias) estar em marcha e acha estranha a atitude de Madalena (Sofia Ribeiro).

Ema (Ana Varela) está chateada por ter visto Zeca e Carolina (Joana Manuel) abraçados e ele explica que foi um abraço solidário, depois de Carolina ter recebido uns exames médicos de Antonieta (Lia Gama), que indicam que ela pode estar doente.

Eça indica que não lhe apetece ir ao jantar em casa de Vanda (Fernanda Serrano), mas Ulisses (Nuno Homem de Sá) insiste para ele ir.

Ema pede desculpa por ter ficado insegura quando o viu abraçado a Carolina. Zeca promete que é com ela que ele quer casar. Carolina vê-os a fazer as pazes e faz um olhar maquiavélico.

Um PJ encontra um envelope e no interior está o retrato robot de Zeca e uma foto dele anexada.

Peter (Joaquim Nicolau) acha estranho que Madalena tenha mudado de ideias e aconselha Raul a deixá-la falar e lembra-o que pediu Célia (Sofia Ribeiro) em casamento.

Maria Helena (Maria Emília Correia) está impressionada com o sem-abrigo, quando encontra o bilhete para Peter e mostra-o a Diana (Matilde Reymão).

Vanda passa pela mesa de jantar orgulhosa. Midas (João Manuel Vieira) é o primeiro a chegar, diz que fez questão de chegar mais cedo, para poder estar um pouco a sós com Vanda, e faz-lhe rasgados elogios.

Fred (Filipe Matos) vê Preto (Vítor Norte) a chegar e atira uns berlindes para o chão, que o fazem cair. Fred apressa-se a ajudá-lo e Preto diz-lhe que vai tomar um whisky para se recompor.

Maria Helena e Diana chegam a casa e mostram o bilhete que encontraram a Peter. Ele lê-o, fica sério e pergunta quem é que deixou aquele bilhete, mas elas não sabem.

Preto entra no quarto e fica surpreendido ao ver que está lá alguém. Preto leva, de imediato, a mão à arma e espanta-se ao ver Santos Costa (Ricardo Castro), que questiona o pai por ter saído da prisão e não lhe ter dito nada.

Madalena vai ter com Gabriel (Ricardo Carriço) apenas de gabardine e lingerie e ele fica louco.

Raul está pronto para o jantar e fala com Célia ao telemóvel, que lhe diz estar muito feliz por estar nos Açores. Raul diz-lhe para ficar o tempo que for preciso e não se preocupar com ele.

Midas e Vanda sorriem muito um para o outro. A campainha toca e começa a chegar o resto dos convidados. Midas vai lavar as mãos e não vê os convidados chegarem.

Eça fica furioso ao perceber qual é o intuito do jantar e Midas fica aflito ao ver Filomena (Sofia Nicholson) e Zeca.

Raul abre a porta a Célia, que está vestida como se fosse Madalena e dá-lhe as boas-vindas. Célia vê a mesa posta para dois e percebe que Raul fez tudo para agradar Madalena, mas disfarça a irritação.

Todos estão incomodados por estarem na presença uns dos outros. Vanda não está a perceber e Zeca explica que aquele homem é Midas, o homem que ajudou o verdadeiro assassino de Leandro a escapar.

Preto ainda está espantado por ver o filho, mas Santos Costa diz-lhe que apesar dele não se ter dignado a procurá-lo quando saiu da prisão, sentiu-se no dever de o avisar que estão a planear um atentado contra ele. Santos Costa refere que Peter já sabe em que hotel ele está e por isso tem de sair dali.

Peter fica furioso com o bilhete e não tem dúvidas de que quem lhe quer fazer mal é Preto.

Midas continua a insistir que não é a pessoa que Zeca acha que ele é. Zeca tem cada vez menos dúvidas e deixa Vanda em choque ao perceber que aquele homem é o pai de Sandro (Miguel Bogalho). Zeca passa-se e dá um soco a Midas.

Preto quer saber como é que Santos Costa soube que ele estava ali, mas o filho indica-lhe que a prioridade é tirá-lo dali, pois Peter já está em cima dele e dá-lhe um fato de polícia.

Peter dá instruções aos seus homens para não saírem da porta do hotel, para não perderem Preto de vista.