Vanda apoia Ema em momento difícil

29 dez 2020 00:00

Sandro (Miguel Bogalho) declara-se a Olga (Helena Costa), mas descai-se e fala sobre a aposta que fez com Fanã (Salvador Nery).

David (Jorge Albuquerque) insiste em levar Ema (Ana Varela) ao hospital e à polícia, mas ela recusa. Vanda (Fernanda Serrano) entra de rompante e afirma que Ema vai sair imediatamente daquela casa.

Raul (Sérgio Praia) tenta justificar-se perante Maria Helena (Maria Emília Correia), mas Vanda esclarece que Ema vai passar a noite em sua casa e que no dia seguinte vão apresentar queixa contra Benvindo na polícia. Maria Helena fica em choque ao perceber que o neto agrediu Ema e diz-lhes que no dia seguinte vai falar com Raul e pedir-lhe que deixe aquela casa.

Olga insiste em saber qual a aposta que Sandro tem com Fanã e ele revela que apostaram quem iria tirar-lhe a virgindade. Olga fica escandalizada e pede a ambos que nunca mais lhe dirijam palavra.

Eça (Nuno Pardal) e Zeca (Graciano Dias) interrogam-se sobre quem terá sido o homem que violou Ema no passado e concordam que a probabilidade do violador ser o pai de Joana (Catarina Rebelo) é muito baixa.

Olga entra em casa a chorar e conta às irmãs que Fanã e Sandro fizeram uma aposta para ver quem lhe tirava a virgindade.

Vanda dá um calmante a Ema e, juntas, vão à esquadra apresentar queixa contra Raul por violência doméstica.

Raul entra no quarto e indica que Ema está muito enganada se pensa que vai conseguir colocar toda a gente contra ele, mas fica irritado quando percebe que ela não está lá.

Vanda tenta convencer Ema a voltar à esquadra, mas ela afirma que não pode apresentar queixa contra o pai do seu filho. Depois entra num táxi e vai-se embora.

Zeca fica contente por Carolina (Joana Manuel) lhe contar que conseguiram comprar a editora.

Maria Helena fica em choque quando percebe que as agressões de Raul acontecem desde que Zequinha nasceu.

Carolina explica que Raul não aceitou vender a parte dele na editora, mas conseguiu resolver o problema com a compra de parte da quota de David. Zeca conclui que ficará com 50% da editora e a família Benvindo com a outra metade.

Célia (Sofia Ribeiro) fica surpreendida quando recebe um telefonema a propor uma entrevista de trabalho para secretariado de administração.

Zeca fica espantado por Carolina lhe pedir para trabalhar na Editora por ele ser um motivo de inspiração a tomar um novo rumo.

Raul insinua que Ema não dormiu em casa porque foi encontrar-se com o amante e Maria Helena condena as atitudes do neto e expulsa-o de casa.