NESTE EPISÓDIO...

No presente...

Catarina (Carolina Frias) dá a sua vez a Alice (Catarina Rebelo) para que a jovem possa ver Nicolau (Bernardo Lobo Faria). Já durante a visita, o casal jovem está de mãos dadas, muito apaixonados um pelo o outro. Nicolau pede que Alice fique até ele adormecer.

António (Luís Esparteiro) sabe que Nicolau está inocente e pede ajuda a Augusto (Filipe Vargas) para questionar e interrogar Vicente (Dinarte Branco).

Eduarda diz a Raquel (Maria João Pinho) que têm de chamar um médico a casa porque Gonçalo (Pedro Lima) não acorda. Em choque, a enfermeira conta que desconfia que foi Matilde (Helena Isabel) que lhe deu sedativos ao próprio filho.

Sara (Ana Varela) vai ao encontro de Miguel (Pedro Teixeira) no carro de Gonçalo e fica assustada com o estado do inspetor. Miguel parte-lhe o telemóvel e explica-lhe que vão ter de parar numa pensão.

António grava as declarações de Vicente, onde este admite ter matado Toninho e onde explica que Gonçalo comprou o seu silêncio para fazer desaparecer os ossos do morto. Augusto conta ao amigo e inspetor António que Marina (Dina Félix da Costa) teve um filho de Toninho e Vicente acrescenta que o bebé foi atirado ao rio por uma parteira.

Vicente e António despedem-se, mas Augusto salienta que quer saber mais pormenores sobre o filho de Marina, questionando de imediato em que dia é que nasceu. Vicente diz-lhe que foi no dia 20 Novembro.

Passagem para o passado...

Marina aponta para o dia 20 de Novembro com o dedo e Catarina pergunta-lhe quem é que faz anos nesse dia. Perturbada, a mãe da jovem diz-lhe que não conhece ninguém e disfarça as lágrimas.

Regresso ao presente...

Na fábrica, Matilde esvazia as gavetas de Gonçalo para um saco e começa a despejar gasolina pelo gabinete todo. André (Nuno Pardal) entra e tenta controlar a tia, que lhe atira o bidão e o salpica com gasolina.

Aline (Teresa Tavares) descontrola-se depois de receber a falsa notícia de que Nicolau (Bernardo Lobo Faria) morreu depois da cirurgia. A advogada suicida-se em casa, com comprimidos e álcool.