NESTE EPISÓDIO...

No presente...

Todos estão em choque com as revelações feitas por Gonçalo (Pedro Lima). Raquel e Frederico abraçam-no, em silêncio.

Miguel (Pedro Teixeira) está algemado à frente de António (Luís Esparteiro) e conta que realmente foi atrás de Joaquim (João Lagarto), mas que não o matou porque levou uma paulada na cabeça. O inspetor esclarece que, quando recuperou os sentidos, Zorra contou-lhe que Gonçalo atirou contra Sebastião para não violar Marina, que por sinal é sua mãe, mas que acertou na amante. Sebastião ouviu o pai adoptivo a contar a história e descontrolou-se, começando a mutilá-lo. António fica em choque com a história e liberta Miguel, pedindo-lhe para por a cabeça no lugar e para voltar a ser o seu melhor inspetor.

Dr. Raimundo, o médico de Gonçalo, quer levá-lo para o hospital e Raquel pede a Matilde (Helena Isabel) para tomar conta do filho.

Laura (Fernanda Serrano) abre a porta a Miguel, que repara que a mlher se está a desfazer de tudo o que tem a ver com o caso dos amantes. Laura refere o facto do marido a ter traído com a Sara e Miguel olha-a com vergonha.

André (Nuno Pardal) falta ao respeito a Inês (Beatriz Barosa) e Aurora tenta pô-lo na rua. O empresário insiste em querer as ações da fábrica para ele e falta ao respeito a Aurora. Inês mete-se para defender a funcionária e acaba por levar um estalo de André.

Regresso ao passado...

Gonçalo e Marina (Dina Félix da Costa) dão uma volta de bicicleta e param ao pé de uma capela abandonada. Marina refere que gostaria de se casar ali e os dois decidem casar naquele preciso momento.

Passagem para o presente...

Gonçalo parece querer falar mas, delicadamente, Matilde retira-lhe a máscara de oxigénio e dá-lhe um beijo na testa, despedindo-se dele. O empresário dá um último suspiro e deixa de respirar. As máquinas ficam com os alarmes ativados e Matilde volta a colocar-lhe a máscara para que ninguém desconfie que foi a responsável por aquela morte.

Raquel, Alice (Catarina Rebelo) e Frederico (Gonçalo Norton) dão as mãos, abraçam-se e despedem-se de Gonçalo.

Frederico (Gonçalo Norton), Alice (Catarina Rebelo, Matilde (Helena Isabel) e Raquel (Maria João Pinho) olham, destroçados, para Gonçalo sem vida. Alice recrimina-se por não ter estado junto ao pai quando este morreu, mas Frederico diz-lhe que foi melhor assim.

António (Luís Esparteiro) acaba por aceder aos pedidos de Augusto (Filipe Vargas) e Sebastião (Rodrigo Trindade) para falarem um pouco antes deste último ser levado preso.

Sebastião exprime o seu arrependimento pelo que fez a Marina (Dina Félix da Costa), afirmando que a culpa foi toda de Joaquim (João Lagarto), que lhe mentiu ao dizer que era órfão. Já disposto a tudo, o jovem conta que foi Vicente (Dinarte Branco) quem os avisou que Gonçalo estava cheio de dinheiro no carro, mas jura que não contavam que Marina estivesse com ele. Sebastião abraça Augusto, pedindo- desculpa pelos seus atos, mas o empreiteiro não consegue reagir.