NESTE EPISÓDIO...

Raquel (Maria João Pinho) quer falar em privado com Augusto (Filipe Vargas), mas António (Luís Esparteiro) não permite. A mulher de Gonçalo (Pedro Lima) assume que mentiu mas não é uma assassina. António exige que conte o que se passou naquela noite, mas ela desmaia.

Na fábrica, Inês (Beatriz Barosa) pede socorro e acaba por desmaiar, sem forças para resistir ao frio. O corredor está vazio com as luzes apagadas, não se vendo vivalma que salve Inês de morrer.

Miguel (Pedro Teixeira) cava e critica Laura (Fernanda Serrano) e as suas fantasias quando encontra o esqueleto de um cão.

Regresso ao passado. Marina (Dina Félix da Costa) quer tratar do assunto da casa, tal como tinha prometido a Vicente, mas Gonçalo lembra-a de que é domingo, e que o notário está fechado. Marina e Gonçalo vão ao encontro de Dr. Paiva e ela dá-lhe o papel com os dados do irmão. Paiva alerta que o documento só terá validade depois de assinado por Vicente. Paiva tem um ataque de tosse e segue para a casa de banho. Pouco tempo depois, deparam-se com Paiva morto, no chão.

Marina quer chamar ajuda e Gonçalo lembra-a de que não podem ser vistos ali juntos e decidem de fugir. Antes disso, Gonçalo rasga a folha do livro com os dados de Vicente. Gonçalo repara que deixa as chaves na secretária de Paiva e pede a André que vá a sua casa buscar a segunda chave do seu carro.

Passagem para o presente. Miguel tenta saber junto de Paula Cristina a quem pertence o terreno e ela confirma que é do pai de Marina e dos seus irmãos e conta que desde que o Dr. Paiva morreu, aparecem pessoas a fazer as mesmas perguntas e sobre a morte dele.

Inês ouve barulhos do lado de fora da câmara frigorífica e pede socorro. Bruno consegue salvar Inês.

Raquel está indignada por Augusto desconfiar de si depois de tudo o que viveram e conta que mentiu por vergonha, por nessa noite ter ido ao casino e ter gasto tudo o que tinha. Augusto alerta para as consequências da mentira, e que a PJ tem uma ordem de detenção.

Frederico diz a Bruno que é namorado de Inês e ele completa dizendo que é o pai do seu filho. A polícia leva-o.

Miguel conta a António que encontrou invólucros e projéteis de uma arma de calibre 38 na casa e que pediu à perícia para lá ir por causa do sangue que viu. Fala na sepultura do cão e da chave de Gonçalo que estava na casa do notário que morreu e do livro de assentos com folha rasgada.

Raquel está nervosa por ter que prestar declarações na PJ. Sara (Ana Varela) tenta ajudar, mas só a irrita mais. Raquel liga a Augusto e pergunta o que está Aline a fazer na PJ com ele, e Augusto vinca que ela tem uma testemunha, e que vão poder ficar finalmente juntos.

Augusto fica mais calmo quando vê chegar o segurança do casino. Raquel fica surpreendida ao ver o segurança do casino entrar e António repreende Augusto por entrar também. O segurança diz que Raquel era cliente habitual no casino e que na noite do crime ela não esteve lá.