NESTE EPISÓDIO...

Augusto (Filipe Vargas) está prestes a ceder às provocações de Aline (Teresa Tavares), quando Raquel (Maria João Pinho) surge e consegue impede-lo de dar cabo da sua vida.

Kevin expressa o seu descrédito por Laura (Fernanda Serrano) acreditar na palavra de Joaquim (João Lagarto), mas ela vinca que Joaquim nunca lhe mentiu em nada.

Médico avisa Frederico (Gonçalo Norton) e Alice (Catarina Rebelo) para chamarem Augusto por Nicolau (Bernardo Lobo Faria) estar a piorar. Catarina (Carolina Frias) chega nesse momento e chora devastada.

Passagem para o passado. Marina (Dina Félix da Costa) sorri para Gonçalo (Pedro Lima) por ele ter tudo preparado para viajarem para a Tailândia. Matilde entra e o casal disfarça.

Regresso ao presente. Angelo (Pedro Almendra) autorizou a recolha de sangue de Nicolau, por António (Luís Esparteiro) suspeitar que ele tenha estado presente na morte de Marina.

Eduarda vê, preocupada, que a situação clínica de Gonçalo piorou desde que Matilde esteve no quarto e liga para Dr. Raimundo.

Miguel (Pedro Teixeira) surpreende Joaquim (João Lagarto) e aponta-lhe a sua arma. Joaquim não desmente ter-se envolvido com Laura, o que leva Miguel a perder a cabeça e a tentar matá-lo. Sebastião aparece e agride Miguel, que cai desmaiado no chão.

Matilde ordena a André (Nuno Pardal) que peça a um médico para fazer Inês (Beatriz Barosa) abortar, por não querer que Frederico (Gonçalo Norton) tenha um filho com ela.

Laura (Fernanda Serrano) recebe uma chamada de Joaquim, a partir do número de Miguel, dizendo-lhe que prendeu o marido dela e que está a decidir o que vai fazer com ele.

Joaquim olha para Miguel e vinca que não foi ele nem Sebastião (Rodrigo Trindade) quem mataram Marina e pede, de seguida, a Sebastião que se livre do carro e do telemóvel de Miguel no rio.

Sebastião diz a Miguel que lhe vai contar, agora, toda a história de Marina e do seu filho.

Augusto fica tenso por Catarina lhe mostrar o papel que descobriu, em que Marina pede desculpa a Nicolau. As suspeitas de poder ter sido ele a matá-la aumentam.

Luísa (Isabel Figueira) conta a Augusto e a Raquel que não pode ter sido Vicente a matar Marina porque passou essa noite com ele. Augusto chora arrasado com a possibilidade de ter sido o filho a cometer o crime.