Por estar de decote, Sara foi assediada por um revisor de comboio

No «A Tarde é Sua», ouvimos o testemunho de uma jovem que denunciou um caso de assédio por um funcionário da CP.

Sara Sequeira publicou um vídeo nas redes sociais de uma gravação sobre o momento em que saiu da estação de comboios e encontrou o revisor da CP que a assediou por ter um decote.

Tudo aconteceu numa viagem de comboio, no dia 4 de Setembro, entre o apeadeiro de Carrascal Delongo e Tomar, um percurso que a jovem costuma fazer há muitos anos. Foi abordada por um revisor da CP, que depois de lhe cobrar bilhete teceu comentários sobre a roupa e os seios. Nesse dia, Sara tinha um vestido verde com decote.

Ao ouvir o comentário do revisor, ela ficou sem reação. Quando chegou a Tomar, dirigiu-se à estação para protestar no livro de reclamações. Mais tarde, tentou formalizar uma queixa na GNR, foi aconselhada a fazer na segunda-feira seguinte (era sexta-feira), o que a vítima de assédio sexual fez.

A CP já admitiu o comportamento inadequado do revisor e instaurou um processo disciplinar ao funcionário.