Filho de Rute foi brutalmente assassinado por amigos

Há oito anos, Tiago perdeu a vida num crime violento.

Tinha 17 anos e era um jovem pacato e fechado. A mãe tentava alertá-lo para algumas amizades, das quais não gostava, mas este não lhe dava ouvidos.

Tiago costumava ir com os amigos para uns barracões abandonados, situados perto de casa, onde ouviam música, conversavam e estavam com as namoradas.

Num domingo à tarde, no dia 26 de Fevereiro, Tiago saiu de casa e nunca mais voltou.

Pouco tempo depois foi encontrado morto por um sem-abrigo, perto dos tais barracões.

O jovem foi brutalmente assassinado, pontapeado, agredido à paulada, golpeado com uma navalha. No fim, foi ainda regado com um produto inflamável, queimado e atingido com pedras e tijolos na cara e na cabeça.

A judiciária começou as buscas para encontrar os responsáveis deste crime hediondo. O que ninguém imaginava é que os autores estavam entre os próprios amigos de Tiago.