Diogo nasceu sem a mão direita

No «A Tarde é Sua», recebemos um menino de onze anos, que tem aprendido ao longo da vida a viver com a diferença.

Durante a gravidez, Elisabele Gonçalves descobriu, através de ecografias, que o bebé que carregava no seu ventre não tinha a mão direita. Através de uma ressonância chegaram à conclusão que a mão foi amputada dentro da barriga, ou seja, não foi uma má formação. Na altura os médicos atribuíram esta amputação às bandas amnióticas. Em caso de haver um choque, ou seja, um embate da barriga, o bebé pode ser magoado com as bandas. Mas, esta mãe acha que esta amputação ocorreu durante a amniocentese com a agulha.

Elisabete e Diogo ouvem muitas vezes comentários depreciativos, em relação a esta deficiência. Mas, isso nunca foi um impeditivo de pedirem ajuda. Já conseguiu que o Diogo tivesse três mãos mioelétricas, sempre com a ajuda de pessoas que não o conheciam e se solidarizaram com a sua causa.

A última mão mioeléctrica que Diogo usa, há cerca de duas semanas, foi comprada com a ajuda do comediante Fernando Rocha, que se prontificou a ajudar Diogo, quando viu uma notícia num jornal.