Angélica: «Estive com uma arma apontada à cabeça»

No «A Tarde é Sua», a ex-concorrente do «Big Brother» revelou como era a sua vida na Venezuela.

Em conversa com Fátima Lopes, Angélica falou de vários episódios violentos que viveu no seu país e que isso foi um empurrão para vir para Portugal. «Estive com uma arma apontada à cabeça», revelou.

A ex-concorrente do «Big Brother» falou da instabilidade económica que está a afetar a Venezuela e que isso também atingiu os próprios pais e que os impediu de vir ao casamento da filha.

A família da venezuelana tinha uma boa situação económica, mas quando Angélica tinha 10 anos tudo mudou e tiveram de começar a vender os bens que tinham para sobreviver.