Rui concretiza um grande sonho

O Sr. Doutor voltou a transformar mais uma vida

As queixas ao nível da saúde oral, para Rui, chegaram com cerca de 28 anos, depois de uma operação ao estômago, devido a uma úlcera. “Coincidência ou não, foi aí que comecei a ter os dentes cada vez mais fracos e a cair. A operação e os tratamentos enfraqueceram, e depois, talvez também por culpa minha, a minha saúde oral piorou substancialmente até aos dias de hoje. Com pessoas que eu conheço já perdi esse complexo, porque estou à vontade. Mas com outras pessoas, num contacto mais direto, a dificuldade é maior. E já é instintivo, estar a falar com as pessoas e movimentar a boca de forma diferente.”

Desde tenra idade que ir ao dentista se tornou num momento difícil para Rui. “Fui logo, desde pequenino, traumatizado. Antigamente, os dentistas eram os
chamados carniceiros, e uma vez, a fazer um tratamento ao dente, com a broca, ele foi à gengiva, e eu era miúdo e aquilo ficou-me na cabeça e nunca mais… ir ao dentista para mim foi sempre um grande sacrifício.''


Para Assunção, a saúde oral do companheiro nunca foi um problema. “Quando o conheci ainda não estava assim. Não foi impeditivo para mim, mas entretanto piorou. E o que quero é que ele se sinta bem”

Rui quer um novo sorriso, não só por si mas também pela sua família e a filha é um dos grandes motivos para Rui querer resolver esta. ''Porque eu aqui há uns tempos atrás quando me caiu do nada o dente da frente, eu telefonei para a mulher e as palavras da minha filha foram só ‘pai, tu és lindo na mesma’ e isso… e isso é tudo. Quem é pai, quem é mãe sabe perfeitamente aquilo que eu estou a dizer. E eu acho que tenho uma filha que me abençoa e que me dá motivo para tudo,” conta Rui emocionado.

A filha afirma: “Ele está igual! Agora só tem uns dentes novos. Porque ele sempre foi um bom pai. Acho que ele agora está mais feliz.”