21 dez 2018 17:49

As notícias mais marcantes de 2018

Pedro Proença faz um resumo dos casos mais polémicos do ano

Números de violência doméstica

-No ano de 2018, 24 mulheres foram assassinadas em contexto de intimidade ou relações familiares;

-o grupo etário mais atingido são mulheres com mais de 65 anos;

-as armas brancas foram a mais utilizadas para a prática do crime;

-em 2018, foram assassinadas mais 6 mulheres do que no ano anterior.

A saúde em Portugal

-Greves no setor da Saúde podem pôr vidas em risco;

-são as crianças o grupo etário com maior risco de pobreza;

-milhares de pessoas continuam sem ter acesso a médicos de família;

-vários casos de negligência ao longo de 2018;

-centro de saúde do Porto pronto está há três meses encerrado.

O mistério de tancos

-o desaparecimento e reaparecimento misterioso do material de guerra roubado em Tancos;

-material de guerra desapareceu dos Paióis Nacionais de Tancos a 28 de junho de 2017;

-o material roubado reapareceu a 25 km do perímetro militar;

-exército aplicou pena mais gravosa a sargento que não mandou fazer rondas;

-PJ deteve diretor e ex-porta-voz da Polícia Judiciária Militar;

-Ministro da Defesa apresentou a demissão.

Deputados fantasma

-Deputados ausentes marcam presença fantasma em plenário;

-parlamentares passam a ter de confirmar a sua presença no sistema informático.

Corrupção nas IPSS

-Reportagem da TVI denunciou caso da Raríssimas;

-Presidente da Raríssimas usou quase um milhão de euros que recebeu do Estado para fazer uma vida de luxo;

-Fundação «O Século» alvo de investigações por suspeitas de crimes económico-financeiros e abuso de poder.