07 nov 2019 17:53

Miriam supera trauma de bullying e violação

Uma jovem que conseguiu deixar o passado para trás.

Miriam Andrade tem 26 anos, é uma modelo fotográfico de tamanhos grandes e uma inspiração para outras jovens.

Aquilo que poucos sabem é que a sua beleza esconde anos de sofrimento.

Foi vítima de bullying na infância. Desde o primeiro até ao sexto ano Miriam sofreu agressões físicas e verbais na escola. E para agravar a situação o seu corpo desenvolveu-se muito cedo, o que passou a ser um problema, não só sendo alvo de ‘chacota’ por parte das colegas, como tendo passado por situações de assédio pelos rapazes da escola.

A passagem para o 7º ano era para Miriam uma oportunidade de mudança de escola, onde aliás o pai era professor, e, sobretudo, a libertação do ‘inferno’ em que viveu no primeiro e segundo ciclo.

Só que de uma forma inesperada, a jovem sofreu uma violação aos 12 anos por parte de um desconhecido. Mais uma vez, ela escondeu de toda a gente o terrível incidente de que foi vítima e guardou esse segredo, bem como o sofrimento.

Aos 16 anos, e depois de tudo o que passou, Miriam entrou numa depressão profunda que a levou a uma tentativa de suicídio.

Chegou a pesar 100 quilos e a odiar o seu corpo.

Sem saber o que fazer, procurou ajuda psicológica para se aceitar tal como é.

Em 2016, inscreveram-na num concurso, onde foi eleita a gordinha mais sexy de Portugal. Ainda hoje a jovem não faz ideia de quem tomou esta iniciativa.

A verdade é que esta vitória significou uma mudança radical na imagem que tem de si pHis´tori rópria. Miriam ganhou autoestima e quis partilhar o seu testemunho para ajudar outras pessoas que possam ter passado por situações semelhantes.

A jovem aprendeu a aceitar o seu corpo e atualmente faz sucesso como modelo fotográfico.