09 ago 2019 16:00

7 cuidados a ter na hora de mergulhar

No verão, a ideia é aproveitar ao máximo o sol, a praia e a piscina. Mas é necessário que sejam tomadas algumas precauções para que o divertimento não se torne uma fatalidade.

Um mergulho mal calculado pode ter consequências para toda a vida. Foi o que aconteceu com Mauro Letra. Aos 14 anos, sofreu um acidente: um mergulho no rio Tejo deixou-o tetraplégico. «Tentei mexer-me e não conseguia, deixei de sentir meu corpo», contou no programa "A Tarde é Sua".

Todos os anos, há registo de acidentes que envolvem lesões cervicais, devido a mergulhos no verão. Segundo o ortopedista da Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia Jorge Mineiro, 46% dos acidentes ocorreram em piscina e 60% das vítimas estão abaixo dos 30 anos.

O tipo de dano causado varia de acordo com o peso, a velocidade e, principalmente, a posição da cabeça e da coluna vertebral, durante o impacto.

Estes acidentes podem ser evitados, basta prevenir. Tenha em atenção estas sete dicas:

1 - Não mergulhe em águas que não conhece;

2 - deve saltar com as mãos à frente;

3 - pondere a profundidade e os possíveis obstáculos, não mergulhe em águas rasas;

4 - não mergulhe em zonas de fraca visibilidade;

5 - não mergulhe de locais muito altos;

6 - esteja atento às placas de sinalização existentes;

7 - evite mergulhar de costas;

Em caso de acidente:

- chame imediatamente o nadador-salvador ou ligue para 112;

- não mexa na vítima

- se tiver de assistir alguém, mantenha sempre a cabeça e o pescoço alinhado com a coluna.

Aproveite o verão de forma segura.