31 out 2019 18:10

«É um Restaurante»: Uma oportunidade de vida para ex-sem-abrigo

Um espaço que insere no mercado de trabalho uma equipa de ex-sem abrigo.

O nome diz que «É Um Restaurante» mas, na realidade, este espaço é muito mais do que isso. Para os seus funcionários, todos eles pessoas que já estiveram em situação de sem-abrigo, este projeto é um recomeço. Uma oportunidade profissional raríssima para quem sabe o que é dormir ao relento.

Idealizado pela Crescer, uma associação de apoio social, o projeto conta com o apoio do Chef Nuno Bergonse (conhecido do grande público por fazer parte da atual edição do MasterChef Portugal), que desenvolveu o conceito gastronómico e se tornou no padrinho da causa.

O Chef afirma que o seu envolvimento no projeto começou cedo, mas faz questão de frisar que este não é um restaurante seu mas sim um projeto social no o qual está envolvido enquanto consultor, mentor e embaixador. Irá visitá-lo regularmente, mas o responsável que estará lá todos os dias é David Jesus, o chef-executivo escolhido por Bergonse para o representar. «A carta foi feita em conjunto e vamos estar sempre em contacto”», afirma o jurado do Masterchef.

Entre as propostas gastronómicas que pode encontrar neste espaço destacam-se, nas entradas para partilhar, sopa de castanhas e funcho com marmelada (€4,50), rissol de berbigão e salicórnia (€5), peixinhos da horta com molho tártaro (€5,50) e, ainda, tiborna com escabeche de pato e uvas tintas (€7).

Entre os pratos principais, que também servem para partilhar - porque comida de conforto e de partilha é o lema do espaço -, pode-se saborear algumas opções diferentes e sugestivas, como bochechas de porco preto com farofinha e aipo (€9), peixe de mercado crocante com açorda de tomate e algas (€ 9,50), pica pau de polvo com batata doce e coração de alface (€9,50), abóbora assada com queijo de cabra, cevada e avelãs (€6,50) e ervilhas com porco bísaro e ovo escalfado (€7,50), entre outros.

Finalmente, a gulosa carta de sobremesas é constituída por pudim de azeite e mel com sorvete de tangerina (€4), rabanada com caramelo e gelado de cardamomo (€4) e a sempre consensual mousse de chocolate (€3).