Jovem foi assassinada a soco e pontapé

Família acredita que o ex-companheiro de Vera terá sido o autor do crime.

Vera Silva, de 30 anos, foi violentamente agredida dentro do seu apartamento.

Depois do ataque, ainda conseguiu arrastar-se até às escadas do prédio e pedir ajuda. Mas acabou por falecer horas depois no Hospital Garcia de Horta.

O crime ocorreu em Janeiro de 2019 e família acredita que o ex-companheiro de Vera possa ter sido o autor do crime.

Foi uma das vizinhas que chamou o INEM. Porém, à família nenhuma das vizinhas diz ter visto ou ouvido nada.