01 nov 2019 20:11

Tradições: Pão por Deus VS Halloween

Será que há espaço para as duas tradições?

A tradição do Pão por Deus continua a ser partilhada por várias gerações e ainda há quem faça os bolinhos tradicionais desta época para oferecer às crianças que lhes vão bater à porta.

As ruas enchem-se de crianças na manhã de dia 1 de novembro até à hora do almoço, altura em que batem a todas as portas pedindo bolinhos, levando sacos de pano, recebendo várias oferendas que vão desde as tradicionais broas dos santos, ou brendeiras, como chamam nesta região, romãs, figos, nozes e amêndoas, doces, ou uma moedinha.

Há quem diga que esta tradição começa a ser ameaçada pelo Halloween.

Em Portugal, o Dia das Bruxas vai tendo cada vez mais participantes, sendo bastante incentivado e promovido pelos comerciantes. A moda do Halloween é resultado da globalização que o mundo tem vindo a registar. As fronteiras diluem-se, e os povos adaptam-se facilmente aos costumes dos outros povos.

A história desta noite especial, muito antes de pertencer aos vampiros e às bruxas, teve origem em Celta, há dois mil anos. Reza a lenda que na noite do dia 30 de outubro os mortos voltavam a povoar a terra e personificavam a figura de fantasmas. O objetivo era que os familiares dos mortos deixassem à porta das suas casas comida e bebida para a receção dos espíritos. Só se atreviam a sair de casa se estivessem mascarados de fantasma para conseguirem passar despercebidos entre eles.