«A minha filha suicidou-se»

Graça chora todos os dias a morte da filha.

Graça perdeu a sua única filha, Tahinara de 23 anos, há sete meses.

A jovem decidiu pôr termo à vida, por enforcamento, depois do namorado ter terminado o relacionamento.

Tahinara tinha uma vida pela frente e muitos sonhos ainda por cumprir. Adorava ajudar os outros e por isso quis ser bombeira e tirar o curso de enfermagem.

O óbito foi decretado a 3 de Junho de 2019, no Hospital de Santos António do Porto.

Foi Graça quem encontrou a filha morta. Ainda chamou o INEM, mas infelizmente já era tarde demais.

Os médicos decidiram utilizar os órgãos de Tahinara para transplantes. Graça explica que, por acaso, já tinha falado com a filha sobre esse tema, e era essa a sua vontade.

Já o grande desejo desta mãe é conhecer as pessoas que receberam os órgãos de Tahinara: as duas córneas, rins, pâncreas, coração e fígado.