Bibá Pitta responde a futura mãe de criança com Síndrome de Down

O testemunho de Bibá Pitta

Sempre disponível para ajudar pais e mães que têm filhos com esta síndrome, Bibá Pitta deixou uma mensagem de incentivo a uma futura mãe que nos escreveu. Uma mulher que se mostra receosa por estar grávida de um bebé que nascerá com esta síndrome.

Depois de ouvir os medos desta mãe, de imediato Bibá Pitta fez questão de enfatizar as vantagens de ter um filho com o «cromossoma do amor» e transmite tranquilidade.

Aos 54 anos, casada há 23 com o médico Fernando Gouveia, mãe de cinco filhos - Maria, Tomás, Madalena, Salvador e Dinis -, e avó de Duarte, Bibá Pitta é uma mulher feliz, sem filtros, de bem com o mundo e com uma energia inesgotável.

Já fez muita coisa na vida, mas é como mãe de família que se define.

Madalena, de 22 anos, a filha do meio de Bibá e Fernando, nasceu com Trissomia 21.

Bibá fala sem pudores sobre a noite do nascimento da filha: «Chorei aquela noite toda sempre com a Madalena debaixo do braço. Nunca mais a larguei, nunca tive pena dela e nunca perguntei porque é que tinha acontecido a mim.» Mais de duas décadas depois, diz com a franqueza que lhe é tão conhecida: «Ela é assim! E nem queria que fosse de outra maneira porque ela nasceu assim. A Madalena é a Madalena. O cromossoma é só uma vírgula, um pormenor.»

Madalena sai à mãe. Gosta de dançar, de se divertir, de jantar fora. Despachada, Bibá resume: «A Madalena gosta, acima de tudo, de viver!»