26 dez 2018

Cláudia Rosário conta que viu o padrasto a matar a mãe quando a menina tinha doze anos. Apesar de ter poucas memórias de infância, nunca tinha assistido a nenhum tipo de violência que a deixasse com medo do homem. A jovem recorda a mãe como uma mulher muito alegre e positiva.