Depois de aceitar entrar em mais uma luta ilegal, de forma a conseguir dinheiro para fugir com Inês (Inês Serrano), Simão (Diogo Morgado) vai acabar por não cumprir o acordo feito com Galego. 

 

O público aplaude a entrada dos lutadores e Domingos e Bruno olham preocupados para Simão, enquanto Valdemar o incentiva fervorosamente. Martelo desfere um soco em Simão, que se recompõe. Já Diana (Joana Ribeiro) entra apressada, furando a multidão. Está prestes a iniciar-se o terceiro round e Simão fica incrédulo por Valdemar (Luís Esparteiro) lhe dizer que apostou dez mil euros, na vitória dele. Simão hesita, mas deixa que Martelo lhe bata tal como combinado, caindo ao chão. Valdemar grita, desesperado.  

 

Valdemar continua a gritar desesperado para que Simão se levante. Simão toma uma decisão e atira-se a Martelo com redobrada energia, esmurrando-o com tamanha força que ele cai inanimado no chão, vencendo o combate. 

 

Galego avisa Simão que vai pagar bem caro por ter desrespeitado o acordo que tinham feito e Simão vira-lhe costas. Inês fica desapontada com o pai por ele dizer que afinal não podem fugir juntos. 

 

Já Diana conta preocupada a Mónica (Marta Faial) que Simão não cumpriu o acordo com Galego, estando agora em perigo de vida. Galego ordena aos seus homens que deem uma lição a Simão, para que sirva de exemplo a todos que o tentem enganar. 

 

Valdemar mostra triunfal a Humberto (Pedro Teixeira) todo o dinheiro que ganhou e avisa-o para não se descair com Lara. Simão conta a Little John que não teve coragem de perder o combate, quando Valdemar lhe disse que tinha apostado todo o seu dinheiro na vitória dele. Inês conforta Simão, dizendo-lhe saber que um dia vão ficar juntos.