NESTE EPISÓDIO...

Renata constata que Elvira abandonou a República e Bruno e Domingos ficam intrigados por Tiago estar a vigiar a casa deles.

Elvira está escondida num convento. Freira repara na bíblia ornamentada dela, pedindo-lhe para a ver, mas Elvira recusa, revelando mais tarde a arma que tem escondida lá dentro.

Marta avisa Jaime que o assassino não vai gostar saber que ele falhou na sua missão, e é melhor ele preparar-se para sofrer as consequências.

Vera discute alterada com Mário e exige-lhe um mandado de busca à casa de Tiago para provar de uma vez, que é ele o assassino. Vera empurra Lopes, e diz-lhe que ele e Mário são os culpados por ainda não ter conseguido apanhar Tiago, e saí desvairada para a rua.

Elvira recebe chamada de Jaime, e fica em choque por ele lhe dizer que Vera foi assassinada e conta que está em segurança, mas vê subitamente Tiago e foge disparada. 

Elvira corre de bíblia na mão, vê um padre a chegar de carro e rouba-lhe a viatura.

Cláudia conta a Simão que Vera esteve a pressioná-la para dizer-lhe onde estava Tiago, e que lhe levou o telemóvel. 

Vera entra em casa de Simão à procura de provas contra Tiago, mas não encontra nada, e coloca uma escuta debaixo da mesa.

Simão liga a Tiago, e diz-lhe que ele tem de aparecer por Vera andar a ameaçar a família dele e fica aflito quando percebe que levaram a camisa que incrimina Tiago da morte de Ricardo.

Elvira conduz a toda a velocidade e liga para Jorge a pedir-lhe ajuda, dizendo que teve de fugir do convento para não ser apanhada por Tiago. 

Jaime chega de carro, e Elvira fica chocada por ele vir com o assassino e diz-lhe que teve de optar entre a sua vida ou a dela.

Elvira tenta alvejar encapuzado, mas percebe que não tem balas. Encapuzado aproxima-se de Elvira e alguém fotografa tudo, mais afastado.

Freiras acendem a luz da capela, e fica em choque por ver Elvira morta com um tiro na testa, pendurada numa cruz, com uma coroa de espinhos na cabeça e escorrendo sangue do seu corpo. 

Jaime acorda com mensagem do assassino que o felicita pelo bom trabalho que fez. Equipa de peritagem tira fotos e Lopes observa a cena com Vera.

Simão fica a saber por Vera que Elvira morreu e a inspetora exige que lhe diga onde está Tiago, com Simão a assentir que o amigo está inocente.

Tiago entrega a Mário fotos que mostram o assassinato de Elvira e que provam a sua inocência. Tiago entra em casa e Cláudia abraça-o aflita.