Pompeu envolve-se com Carolina para esquecer Celinha

09 dez 2020 00:00

Suzy (Angie Costa) diz a Maria Rita (Kelly Bailey) que a conversa que ouviu de Mercedes (São José Correia) comprova que ela já andava com Rodolfo (Joaquim Horta) antes de Henrique (Pêpê Rapazote) ser preso, adensando ainda mais a trama.

Rodolfo explica a Henrique que Nuno (Duarte Gomes) veio pedir-lhe para voltar para as Cerâmicas, estando recetivo a aceitá-lo de volta por ele ser um excelente trabalhador.

David (José Condessa) pede a Henrique para falarem, mas este repudia o comportamento que ele teve com Vera (Bárbara Branco) na festa de noivado. Henrique fica atónito quando David lhe conta que Nuno esteve na origem de um protesto na fábrica contra ele, estranhando que Rodolfo queira readmiti-lo. Henrique segue lançado para o gabinete de Rodolfo, mas Cláudia diz-lhe que ele saiu.

Joca (Frederico Barata) fica aflito quando vê Celinha (Paula Neves) a chegar à aldeia, com esta a dizer-lhe que resolveu fazer uma visita surpresa a Pompeu (André Nunes). Joca indica que o irmão não está no café e convida-a a darem um passeio.

O pai de Suzy e Carolina (Marisa Cruz) beijam-se, enamorados, com Pompeu a demonstrar estar cada vez mais enfeitiçado por ela.

Teodora (Rita Ribeiro) avisa o filho para não se deixar manipular por Carolina e avisa-o que vai voltar a sofrer se ela o abandonar como fez há vinte anos atrás. Pompeu nega que tal vá suceder, dizendo à mãe que só está com Carolina para esquecer Celinha, de quem se vai divorciar.

Mercedes fica furiosa por Rodolfo lhe contar que Nuno descobriu no carro dela o telemóvel que os incrimina pelo roubo do dinheiro da fábrica e estaca atónita por ele revelar que uma das suas imposições é conseguir voltar para Constança (Margarida Corceiro).

Júlia (Chucha Carvalheiro) confirma a Constança que não vai voltar atrás na sua decisão de despedir Aldina (Luísa Ortigoso), quando esta anuncia que chegou a primeira candidata para ser entrevistada para o seu lugar.

Irritada, Mercedes diz que Nuno já percebeu que Constança o pode deixar muito bem na vida e pede a Rodolfo para arranjar maneira de se livrarem dele, por não querer entregar a filha a um chantagista.

Vera fica surpresa por Júlia lhe dizer que Maria pode ir viver lá para casa, pois a criança não tem culpa dos erros dos pais, mas mantém-se irredutível em relação a Aldina.