Ao Minuto

Bruna Gomes: «Ele trouxe um clima caótico»

  • 31 mai, 17:44

No «​Big Brother - Desafio Final», os concorrentes identificam quem foi o colega responsável por grande parte das “tempestades” na casa.

Durante a tarde, o anfitrião lançou um desafio aos finalistas: identificar a “tempestade” e a “bonança” da Casa. Neste sentido, Bruna Gomes não surpreende ninguém com a sua escolha e refere o nome de Nuno Homem de Sá: «Ele trouxe um clima caótico (...) Foi a pessoa que mais me trouxe confusão, não entendi por diversas vezes a postura dele. Cutucava em lugares que não devem ser cutucados (...)». Para além disto, Bruna destaca as atitudes do ator para com Catarina Siqueira, alegando que durante o dia, Nuno agia naturalmente e preocupava-se mas, durante as dinâmicas, o cenário mudava drasticamente.

Gonçalo Quinaz também partilha da mesma opinião de Bruna, pelas razões óbvias – recorde-se que a relação do ex-futebolista e do ator foi bastante conturbada. Quinaz afirma que a personagem com que Nuno entrou no jogo foi  «desnecessária», daí o facto de o ator ter admitido que errou na personagem que montou.

Por sua vez, Pedro Guedes elege Ana Barbosa como a mais tempestiva – lembra-se da discussão que existiu entre os dois? «Ela é muito impulsiva e tem o passado dela, que a moldou muito (...) Foi o furacão desta casa» justifica-se o manequim.

Por último, Macau refere o nome de António Bravp, alegando que o lisboeta sempre falou em aceitação, mas que nunca aceitou a sua forma de ser: «O António assumiu que eu devia ser algo mais daquilo que eu era (...) Queria que eu o aceitasse mas não me aceitava a mim». Confira aqui um desses momentos!

Veja os vídeos e continue a acompanhar tudo o que se passa no «Big Brother - Desafio Final» no TVI Reality, site oficial, app e redes sociais

Relacionados