Teresa recebeu a «grande sorte»

01 jun 2020 00:58

No «Big Brother», a mala ditou o azar de Soraia, que recebeu uma nomeação automática.

A sexta gala do «Big Brother» ficou marcada pela chegada de malas misteriosas à casa. A premissa da gala «Tudo ou Nada» deixou os concorrentes em suspenso e, à sorte, foram abrindo malas à vez. Teresa foi a concorrente que teve de abrir uma destas: por ser a última concorrente salva de expulsão, Teresa aceitou o privilégio de espreitar o interior da mala número 1, e que permitiu à concorrente salvar-se da nomeação.

A concorrente de 52 anos admitiu a Cláudio Ramos que não é hipócrita e que não ia optar por salvar outro colega.

Mas nem tudo correu de forma positiva para os concorrentes, que o diga Soraia. Outra bola dourada saíu à concorrente que ficou com receio do que podia surgir. A jovem optou por ficar com a mala número 3 e abriu o «azar»: Soraia ficou nomeada de forma direta.

Ainda antes, a sorte já tinha entrado em ação: a primeira bola dourada saíu a Slávia que teve direito a escolher se queria ou não abrir a mala número 2. A concorrente decidiu abrir a mala e foi presenteada com uma imunidade, ficando a salvo das nomeações desta semana.


VEJA MAIS
VEJA MAIS