Ao Minuto

David Maurício reage às imagens do seu momento de fraqueza no confessionário: «Nunca há um devido valor para mim...»

  • Big Brother
  • 14 jun, 10:12
David Maurício reage às imagens do seu momento de fraqueza no confessionário: «Nunca há um devido valor para mim...» - Big Brother

Saiba tudo aqui!

Foi na quarta-feira, 12 de junho, que Ana Barbosa e Bernardina Brito foram convidadas a tomar uma importante decisão. Nas mãos tiveram a oportunidade de excluir um concorrente do Passaporte para a Final. «Quem deu menos ao jogo e por isso deve ficar de fora do passaporte para a final?», pediu o anfitrião Big Brother às duas convidadas.

Ana Barbosa e Bernardina Brito decidiram deixar David Maurício de fora. E justificaram a decisão com o facto de o concorrente estar ao lado de Daniela Ventura.

«Não chegou até aqui por mérito sozinho. Os (concorrente) que opinam pouco, chegaram aqui por mérito…» , declaram Barbosa e Bernardina.

Após a decisão das convidadas, David Maurício desabou em lágrimas no confessionário por estarem sempre a associar o concorrente a Daniela Ventura e não o verem como um jogador 'sozinho'.

Na Emissão Especial com Cláudio Ramos desta quinta-feira, 13 de junho, o apresentador confrontou David Maurício com as imagens desse mesmo confessionário e questionou o motivo de se ter ido abaixo.

David Maurício começou por explicar que foi um 'acumular' de situações: «Acho que sou uma pessoa muito difícil de decifrar, mas sou um coração aberto. Primeiramente, dizer que a discussão com o Fábio não foi boa e também pode ter puxado esse lado de me sentir mais triste. Também as saudades de casa, da minha filha…».

«Sinto que sou muito julgado ao longos destes três meses aqui, muito apontado o dedo por ser quem está ao lado da Daniela. Eu não mudaria se tivesse de fazer o mesmo percurso. É muito difícil, sinto que para aqui (na casa) qualquer coisa que eu faça foi a Daniela, qualquer pensamento que eu tenha, foi a Daniela, nunca há um devido valor para mim e claramente que com o passar dos meses isso pode pesar…», concluiu.