Ao Minuto

Pais de Gabriel Sousa sobre agressão na escola: «Tratou-o muito mal. Fotografou-o e disse: "Para mostrar que temos um gay na escola"»

  • Miguel Gomes
  • 10 abr, 14:51
Pais de Gabriel Sousa sobre agressão na escola: «Tratou-o muito mal. Fotografou-o e disse: "Para mostrar que temos um gay na escola"» - Big Brother
Helena Dias e José Sousa

Gabriel Sousa deixou o país em lágrimas, depois de contar a sua história na Curva da Vida. Agora, no Dois às 10, os pais reagem a tudo o que foi relatado, com Cláudio Ramos e Cristina Ferreira.

No Big Brother, Gabriel Sousa cativou todos os colegas da casa, com o seu bom humor e momentos hilariantes. Contudo, na Curva da Vida, emocionou Portugal ao revelar que a sua vida não foi só gargalhadas. Gabriel passou por muitos momentos de violência por ser homossexual, sendo que o que mais chocou tudo e todos, foi o relato de um subdiretor o agredir, quando tentou fazer queixa dos colegas. No Dois às 10, os pais, Helena Dias e José Sousa, comentaram tudo o que o filho contou na gala do Big Brother. Helena ainda acrescentou mais detalhes a esta mesma situação com o subdiretor: «Tratou-o muito mal, pô-lo a lavar roupa e fotografou-o. Disse: «Vou tirar-te uma fotografia, para mostrar aos meus amigos que temos um gay na nossa escola».

Como se tudo isto não bastasse, Helena ainda contou que o filho, melhor aluno da escola com média de 19 valores, não recebeu o prémio de mérito por causa desse mesmo subdiretor.

Gabriel Sousa também partilhou outro momento delicado: Foi vítima de uma tentativa de violação.

Os pais de Gabriel Sousa também recordaram o momento em que souberam que o filho é gay. Garantem que só querem que o filho seja feliz e que é «uma pessoa especial». O facto de o pai e os avós terem aceite a sua homossexualidade, ajudou muito Gabriel a recuperar a autoestima e a superar todo o mal que lhe fizeram.

Na Curva da Vida, o próprio Cláudio Ramos não conteve as lágrimas, ao ouvir o relato: «Quando começou a acontecer de forma mais repetitiva, cheguei a ir à direção da escola e disse que me batiam. Na altura, o subdiretor da escola deu-me um estalo na cara e disse que a escola não era para homossexuais. Disse para eu desistir. Ele próprio fazia muitas vezes bulliyng comigo.»

Após este testemunho arrepiante, Gabriel Sousa desabafa no confessionário com o apresentador: «Temos de ter noção que ninguém escolhe ser homossexual, ninguém escolhe ir pelo caminho mais difícil. É uma questão de amar, ninguém deve ser prejudicado, ser maltratado por amar. Eu acho que o amor é uma coisa bonita. As pessoas hoje em dia já começam a aceitar um bocadinho mais, mas foram momentos muito complicados, mas tento pôr para trás das costas. Gosto muito da pessoa que me tornei e da pessoa que me estou a tornar a cada dia e por outro lado, também quero dizer às pessoas que sofrem em silêncio, que não escondam que abram o coração. Ninguém deve sofrer em silêncio». Veja o momento:

Veja a Curva da vida de Gabriel Sousa na íntegra, aqui:

Veja a entrevista completa aos pais de Gabriel Sousa no Dois às 10, na íntegra, aqui.

Relacionados

Fora da Casa

Mais Fora da Casa