Ao Minuto

Amizade com Monteiro coloca Iasmim Lira a chorar: «Tenho 23 anos e não tenho amigos»

  • 30 nov 2023, 15:28
Amizade com Monteiro coloca Iasmim Lira a chorar: «Tenho 23 anos e não tenho amigos» - Big Brother

No Big Brother, Iasmim Lira mostra-se triste por sentir que Francisco Monteiro não confia nela. Já no confessionário, a concorrente chora: «Tenho 23 anos e não tenho amigos»

A amizade entre Francisco Monteiro e Iasmim Lira foi tema de uma grande conversa e deixou a «miss» em lágrimas. Iasmim Lira começou por dizer a Francisco Monteiro que sente que este não confia nela e que não a valoriza.

«Sabes quantas vezes tiveste atitudes comigo menos boas, que eu não tive para contigo? Eu considero-te um amigo e tu não me consideras uma amiga. Eu importo-me contigo, eu estou sempre para ti, tu estás sempre a desvalorizar a minha amizade», diz, emocionada.  «Tu conseguiste confiar em toda a gente e em mim não», acrescenta.

Francisco Monteiro explica: «Como tu estavas numa posição mais neutra, eu comecei por não confiar e aos poucos e poucos…»

Iasmim reage: «Mas como é que tu não confias numa pessoa que nunca te deu motivos. Todos os domingos eu tenho a certeza que tu esperavas por um bbplay a falar mal de ti…», lamenta. «Percebo que ele é uma pessoa que não costuma confiar nas pessoas, mas até então eu nunca lhe dei um motivo para ele desconfiar de mim», explica, já no confessionário.

«Eu não me sinto incluída, não me sinto valorizada. Sinto que o Kiko (Francisco Vale) me acaba a valorizar muito mais do que tu a mim», refere ainda Iasmim.

«Relativamente a nomeações, se ele tiver de me escolher já sei que ele me vaie escolher a mim (…) dói-me dizer isso, mas é a realidade. Tenho de pensar em mim como um jogo, só um vai ganhar. Se ele não me vai proteger, porque é que eu o proteger».

Depois, Iasmim chora ao admitir que não tem amigos além da irmã. «Tenho 23 anos e não tenho amigos lá fora. Os meus amigos são os amigos do meu namorado (…) Tenho muito medo de sair lá para fora e ouvir coisas sobre os meus valores, sobre o meu carácter, as pessoas gozarem com as fragilidades…»