Ao Minuto

Miro Vemba conta: «Consegui ultrapassar com ajuda dos meus irmãos mais velhos, do Nelson e do Gilmário»

  • 26 set, 10:33
Miro Vemba conta: «Consegui ultrapassar com ajuda dos meus irmãos mais velhos, do Nelson e do Gilmário» - Big Brother

Miro Vemba partilhou este domingo a sua curva da vida e recordou um período mais conturbado.

Miro Vemba partilhou este domingo a sua curva da vida, no «Big Brother» e recordou a história de vida «conturbada» que teve.

O concorrente angolano começou por recordar onde nasceu, em Sambizanga, num pavilhão. «A minha data é difícil de falar, porque houve um problema no registo», afirmou.

Miro contou a admiração que sente pelos seus pais mas, devido a várias famílias que o pai construiu com outras mulheres que sentia uma certa falta do pai: «às vezes o meu pai não conseguia conviver com todos os filhos».

Miro recordou-se da avó com amor: «A minha avó era uma das flores mais incríveis que existiu no mundo». Afirmou que: «Era uma pessoa que eu via um amor a correr da cabeça aos pés».

A adolescência de Miro «foi um pouco difícil». Contou que o seu grande sonho era ser futubolista mas, devido a um grave atropelamento, impediu Miro de andar durante dois anos: «Eu tinha um sonho de ser jogador de futebol e de repente eu já não podia jogar».

Devido a estas turbulências, Miro teve alguns problemas com o álcool: «Foi um dos grandes medos da minha mãe». Acrescentou ainda: «Por muito tempo eu não conseguia trabalhar porque estava sempre em festas».

«Consegui ultrapassar com ajuda dos meus irmãos mais velhos, do Nelson e do Gilmário. Deram-me uma oportunidade de crescer, de ser alguém diferente, trabalhar com eles.» afirmou o concorrente. «A partir daí a minha vida começou a catapultar», acrescentou.

Miro Vemba sempre foi um adolescente com «piada natural», mas «sentiu-se à sombra» do seu irmão, Gilmário. Gilmário Vemba é comediante e ficou muito conhecido em Angola. Miro afirmou que as pessoas faziam comentários desagradáveis: «Ah tu só estás a imitar o teu irmão, só estás a fazer isso porque o teu irmão está a fazer». «Comecei a usar a cena do irmão Gilmário, tirar as coisas positivas para mim. Comecei a brincar com a situação, que é uma cena que eu faço muito hoje», concluiu.