Ao Minuto

Acusado de ser «patrão» e não líder, André Silva vira costas e bate porta: «Já vi que não estou a falar para ninguém»

  • 12 abr, 17:56
Acusado de ser «patrão» e não líder, André Silva vira costas e bate porta: «Já vi que não estou a falar para ninguém» - Big Brother

No Big Brother, o líder e os seus aliados entram na Sala do líder e deparam-se com um brunch à espera deles. Kika agradece por o ter convidado para ser seu aliado. Renata começa por dizer que não sente grupos na casa, Sérgio não concorda e diz que existem claramente lado, prova disso é Sampaio não ter ido à festa ontem. Sampaio responde que não foi à festa por causa da Miranda, mas sim por si. Sérgio discorda, relembrando que a concorrente disse que se o Fábio fosse no lugar da Miranda, então já iria à festa. Sampaio corrige-o, dizendo que afirmou que iria à festa se fosse qualquer outra pessoa no lugar de Miranda. André diz que só tinham falado sobre o Fábio, como opção, mas Sampaio mostra-se surpreendida e explica que entre o Fábio e a Miranda, achava que o Fábio merecia mais e também poderia ter escolhido outra pessoa, mas se o líder decidiu que escolhia uma Miranda “porque é uma Miranda, não vou”. Luís diz que no seu ponto de vista, se fosse André tinha cortado logo a conversa. Diz que quando Sampaio disse que não ia à festa tinha logo dado o convite a outra pessoa, mas André insistiu. Luís diz que não apreciou o facto de Sampaio ter dito que não ia à festa mas depois quando a ouviu a dizer “se”, aí ficou de pé atrás… porque se Miranda não fosse à festa, ia, se Miranda estivesse nomeada já ia… mas André pôs novamente o coração à frente de tudo. Luís acrescenta que conseguiram estragar a festa porque André ficou em baixo, depois Daniela aproveitou a situação… e remata, “é intriguice, é mesquenhice, é só merda”. Panelo diz que ontem, quando Sampaio disse que não ia à festa não ficou com a ideia de que estava triste mas sim que não queria partilhar a festa com Miranda. Sampaio diz que o primeiro motivo foi o sentimento de injustiça, André diz que o primeiro motivo foi "ter tirado o Fábio e ter colocado a Rita". Sampaio desmente. André segue e diz que os outros motivos foram o facto dele ter dito que o Fábio já foi a duas festas e que Sampaio disse que Sérgio já estava no quarto do líder há 3 semanas. Sampaio diz que André está a confundir as coisas. Sampaio diz que perguntou o porquê de André dizer que a Miranda merecia ir à festa, quando existiam pessoas que mereciam também e que deu o exemplo de Sérgio que está no quarto do líder há 3 semanas… Sérgio diz que isso não faz sentido nenhum. André diz que já percebeu que mais uma vez errou porque quer agradar a todos. Garante que vai mudar de atitude e vai ser mais rude. Sampaio diz que ele não precisa de se exaltar. André diz que é sempre cascado. Sérgio diz que 90% do que Sampaio disse, não lhe fez sentido. Sérgio diz que no dia que alguém disser que não quer ir, retira logo o convite. A concorrente disse que lhe dava logo o convite, mas Sérgio desmente, acusando-a de ter estado a falar imenso tempo com o André. Acrescenta que sentiu que Sampaio queria excluir Miranda. Sampaio relembra que ontem disseram “André tu é que sabes quem quer levar” e abandonaram. André responde “pronto e decidi eu”. Catarina acusa-o de ter agido como um patrão, pois decidiu sozinho. Sérgio discorda, dizendo que não foi ele quem disse para André decidir, pois sempre disse que queria que fosse a Miranda. Sampaio diz que ele está a falar como patrão. Kika diz que Sampaio se está a exaltar em vão. André diz que poderia ter tomado a decisão sozinha, mas quis falar com os seus aliados por causa da prova. Como ninguém responde ao líder, este abandona a sala e atira "estou a falar para ninguém". Todos pedem-lhe cama. Sérgio diz que não concorda que ele abandone conversas e Panelo atira "já é a segunda vez que o faz".

Vídeos

Mais Vídeos