Ao Minuto

Aos berros! Luís Fonseca não tolera reação de Sérgio: «Se sou uma planta, tu és um vaso!»

  • 12 abr, 18:06
Aos berros! Luís Fonseca não tolera reação de Sérgio: «Se sou uma planta, tu és um vaso!» - Big Brother

No Big Brother, Luís Fonseca e Gabriel saem do confessionário, vestidos de planta. Sérgio vê os concorrentes e comemora o facto de não ter carregado no botão da coragem Kika diz que Sérgio fica contente com a desgraça alheia. Os concorrentes aplaudem as flores. Kika explica que quis mudar a designação de “planta”. Acrescenta que uma planta dá vida a um jardim e dá oxigênio às cidades. Diz que a partir de hoje as plantas dão vida. Todos aplaudem e as plantas dirigem-se ao jardim, onde ficam “plantadas”. Luis volta a criticar a atitude de Sérgio. Já no jardim, Sergio volta a meter-se com eles e admite ter ficado feliz por não estar a vestir o fato deles. Kika atira “claro, vieste mesmo para o Copacabana Palace”. Kika comunica a todos que, a partir de hoje, terminou no Big Brother a expressão “planta”, pois as pessoas mais divertidas da casa, estão a servir de planta. Kika acrescenta que a partir de hoje não podem dizer que o Big Brother não tem plantas e atira “foi o Kika que acabou”. Sérgio tenta falar, mas Kika não aceita e diz que esta é a sua opinião. Acusa Sérgio de ser “como o outro na autoestrada...vão todos mal e tu vais bem”. Miranda pergunta se “mais vale ser planta do que vaso”. Kika concorda e atira “e do que ser esperto”. Sérgio logo diz que planta é planta e não mexem com nada. Luís acusa Sérgio de achar ser o melhor em tudo e Miranda diz que Sérgio é capaz de acabar com todas as brincadeiras. Sérgio diz que só deu a sua opinião. Kika diz que Sérgio é que o atacou, apesar do próprio dizer o oposto. Miranda diz que Sérgio acha-se o maior. Luis diz que sempre gostou desse tipo de pessoas, em que a queda é a pique. Kika grita que a partir de hoje a única planta da casa é o Sérgio. Miranda diz “vaso”. Kika começa a gritar “és um vaso”. Miranda diz que Sérgio não aceita uma crítica e atira “deves ser primo afastado da leoa”. De seguida, no interior da casa, Miranda passa por Sérgio e volta a chamá-lo de vaso e Sérgio diz que “é básica”. Kika comenta com Alex que que Sergio sabe tudo e com ele “corta”. Alex diz “o que é de mais é de mais..” Ao lado Sérgio fala com Arthur e diz que quando se muda a opinião por causa de alguém é errado. Luis ouve e irrita-se e começam novamente em picardia sem se entenderem. Kika diz que na casa ninguém pode dar um passo À frente dele porque ele quer cortar logo e atira “mas a mim nunca ninguém me cortou nada”. Sérgio responde que o concorrente está enganado. Sérgio pergunta quem é que lhe cortou as pernas e Kika acusa-o de ter tentado. Kika diz que Sérgio é um vaso sem terra e sem água. Miranda diz a Kika para se calar porque é o que ele quer. Sérgio diz que “por uma coisa de nada, saíste da tua postura”. Sérgio diz que não lhe faltou ao respeito. Kika diz que Sérgio não pode ver um amigo a subir um degrau a mais do que ele. Kika acusa-o de ter festejado por não ter que vestir aquele fato. Kika diz que não o escolheu, pois ele próprio e o Gabi são os mais divertidos da casa. Acrescenta que uma planta dá alegria a uma casa e acusa o concorrente de ter plantas “de funeral”, pois fazem chorar. Sergio tenta explicar-se dizendo que não o chamou planta e só ficou feliz porque não ia vestir aquele fato, acusa Kika de ser injusto com ele mas Kika diz que o que ele disse que não era ele que ia mudar a definição de planta. Sergio defende-se e diz que ele quis mudar a designação para algo melhor, mas depois chamou-o de vaso, para o ofender. Sergio termina dizendo que ao longo de 20 anos de BB sabe qual a definição de planta e aí não encaixa Kika, mas se for na definição de alegre já o encaixa. Acabam por dar um abraço e Kika diz que ele está “meio” desculpado.  

Vídeos

Mais Vídeos