Ao Minuto

Jantar dos Nomeados com tema sobre... Francisco Monteiro

9 dez 2023, 23:13
Jantar dos Nomeados com tema sobre... Francisco Monteiro - Big Brother

No almoço dos nomeados, Joana Iasmim e Vale conversam sobre o percurso no BB. Iasmim começa por dizer que tem orgulho no seu percurso e nunca teve reações que não teria lá fora, confessa não se achar conflituosa e acredita que também não o foi na Casa. A conversa passa rapidamente para o significado de conflituoso e quem é que o é na Casa, Iasmim acaba por dizer que Vale e Joana têm traços de pessoa conflituosa. Joana fica surpreendida e a conversa passa para Monteiro e para o que aconteceu no jantar de ontem, onde Monteiro brincou com as farofas da mãe de Iasmim. Joana comenta que Monteiro assumiu que queria provocar uma reação com o seu comentário e Vale fica estupefacto e surpreendido, não percebendo que situação queria provocar com um comentário tão simples. Joana diz que a partir do momento em que Monteiro cria uma piada com a intenção de criar uma reação e depois ficar chateado com a reação, claramente teve uma intenção maliciosa e propositada, tal como Monteiro assumiu. Vale continua sem entender.

Vale diz que ele próprio é conflituoso mas apenas reage ao que lhe acontece. Joana diz que foi isso que aconteceu consigo, nomeadamente em relação a Monteiro. A concorrente explica que esta postura da ironia é claramente para criar reações mas acaba por ficar desconfortável quando sente que o que se passou entre eles foi apagado e desvalorizado.

Joana pede para que Vale se coloque no seu lugar, imaginando que André aproveitava tudo o que acontecia entre os dois para as puxar para as dinâmicas, e Vale não se calava, tal como Joana nunca se calou para não perder credibilidade nem força na sua verdade. No entanto, de um momento para o outro André mudava para com Vale e ironizava chamando-o “Valinho, Kikinho”, depois de tudo o que aconteceu.

Joana diz que foi das pessoas mais leais para com Monteiro mas desde o momento em que o concorrente diz coisas que não correspondem aos atos tudo muda. Vale diz que não vê nada disto em relação a Monteiro e deve andar com palas nos olhos. Joana responde que quando se colocou “de fora” e viu as conversas de outra perspectiva conseguiu perceber algumas coisas, nomeadamente a forma inteligente como Monteiro fazia as perguntas, deixava toda a gente dizer a sua opinião e encostava-se para trás. Joana comenta ainda que toda a sua situação foi empolgada por Monteiro mas depois os dois faziam as pazes e Joana é que ficava como má da fita. Joana diz que tem outros exemplos mas são de concorrentes que já saíram e portanto fica por aqui.

Vale diz que Joana não se pode envolver dessa forma em coisas que em nada têm a ver com ela, nomeadamente Márcia vs. Monteiro. Joana defende-se dizendo que as palavras e as ações não batiam certo e Vale dá-lhe razão, dizendo que essa incoerência apenas acontecia em relação a Márcia, Joana não concorda.

Joana comenta ainda que sempre sentiu que devesse algo a Monteiro em relação à sua amizade, Vale não entende e nunca sentiu isso para com Monteiro. Iasmim diz entender o lado de Joana porque sentiu exatamente a mesma coisa. A concorrente diz que sentia que devia algo para com a amizade que tinha com Monteiro e um dia, acabou por ver o copo meio vazio. Iasmim pergunta se Joana sentia que falava mas a sua palavra não era ouvida, porque era isso que acontecia com ela, Joana acena.

Vale questiona o porquê de nunca se ter sentido assim, Iasmim diz que Vale nunca questionou Monteiro e Joana acrescenta que tendo as mesmas opiniões, é mais fácil não ser questionado. Vale diz que então, por ter as mesmas opiniões, pode também estar “tapado” em relação a Monteiro. Vale diz que já discorda muitas vezes com Monteiro, Joana pede exemplos e Vale dá o exemplo da dinâmica da bolacha. Joana diz que a relação de Jéssica e Monteiro é diferente. 

Vídeos

Mais Vídeos