O amor na vida de Cláudio Ramos - «Em todas as paixões que vivi, não souberam aproveitar o amor que eu dei». Goucha acaba a questionar: «Há namorado?»

  • Joana Lopes
  • 11 abr, 20:46

Cláudio Ramos deu uma entrevista a Manuel Luís Goucha, a propósito do lançamento do seu livro, «O Rapaz»

Cláudio Ramos abriu o coração a Manuel Luís Goucha numa entrevista bastante intimista. O apresentador falou sobre o lançamento do seu livro, o «Rapaz». «Eu gostava de poder viver a escrever. Os livros são para sempre, não morrem. Mais rapidamente se apagam pessoas da televisão do que se apaga um escritor», começou por afirmar Cláudio Ramos, descrevendo a sua paixão pela escrita. O apresentador confessou que todos os dias escreve num diário, onde relata os diversos sentimentos que experienciou ao longo do seu dia.

O apresentador falou sobre o caminho que percorreu até aos dias de hoje. Este falou sobre a sua carreira e afirmou que, apesar da sua carreira ter começado muito antes de fazer parte do «Programa da Cristina», na SIC, as pessoas não têm conhecimento disso: «Para muitas pessoas, eu nasci em 2019, quando a Cristina foi para a SIC».

Manuel Luís Goucha confrontou Cláudio Ramos acerca da história do livro «O Rapaz». «O que é que aconteceu em ti para poderes escrever um livro onde eu te reconheço numa das personagens?», questionou o apresentador, dizendo que reconhece Cláudio Ramos numa das personagens do livro, supostamente fictícia. «Isso é perigoso», respondeu Cláudio Ramos, em risos. «Claro que tem pedaços meus, é obvio que sim. Posso mudar datas, mas há pedaços meus», afirmou.

Sobre o amor na sua vida, Cláudio Ramos confessou: «Eu sou uma pessoa sozinha, mas sou voluntariamente sozinho, por isso eu sou muito confortável na minha solidão». Ainda assim, o apresentador confessou que existem momentos menos fáceis: «É muito sofredor se tu tens muitos domingos onde não tens ninguém para estar se quiseres estar ou para ouvir». «Eu gostava de amar em alvoroço», confessou Cláudio Ramos. O apresentador confessou que, apesar de gostar de viver um grande amor, não deixa facilmente pessoas entrarem na sua vida: «Estou muito seletivo. Acho que já não sou a pessoa que era em todas as paixões que vivi, porque todas as paixões que eu vivi, não souberam aproveitar o tempo e eu amor que eu lhes dei». «Às vezes a minha forma de ser não é simples nem fácil. Para estar, sou uma pessoa complicada», acrescentou. «Foi muito difícil aprender a ficar sozinho. Eu tive que me educar para ficar sozinho», rematou Cláudio Ramos.

Sobre o sucesso que alcançou, Cláudio Ramos confessou: «Nunca esperei que estivesse aqui». O apresentador contou um episódio que o marcou: «Eu tive um diretor de estação que disse: Você trabalha bem em bastidores, em antena não. Eu tive de chorar duas ou três vezes e depois fazer-me à minha vida». Passados alguns anos, Cláudio Ramos afirmou que tem a certeza que valeu a pena ter continuado a lutar pelo seu sonho: «Nem nos meus maiores sonhos eu achei que isto pudesse acontecer. É a prova de que vale a pena lutar, que um dia chegamos lá».

«Eu não quero mais nada. Eu não acho justo. Eu estou bem. Eu não quero mesmo mais nada», afirmou Cláudio Ramos sobre a sua vida profissional, mostrando-se gratos pelas oportunidades que tem atualmente.

No final da conversa, Manuel Luís Goucha não resistiu e perguntou a Cláudio Ramos se o coração deste tem donoO apresentador reagiu com risos, deixando no ar a resposta.

Para rematar a entrevista, Cláudio Ramos deixou algumas palavras a quem queira alcançar uma carreira na televisão: «Trabalhar na televisão é muito duro». «Nós temos muitos colegas em todos os canais, que, para eles, trabalhar na televisão é segurar no microfone, entrevistar sem nunca saberem nada sobre a pessoa… Isso envergonha, isso não é televisão, isso envergonha-me em casa», partilhou o apresentador.

A conversa terminou com umas bonitas palavras de Cláudio Ramos dirigidas a Manuel Luís Goucha: «Eu aprendi contigo. Foi a ver-te fazer a Praça da Alegria que eu me apaixonei pelo daytime e não existe em Portugal ninguém que faça e se prepare como tu e eu tinha de te dizer».

Fora do Estúdio

MAIS

Mais Vistos

Mais Vistos Goucha

Signos

Receitas

Fotos