Beatriz recorda nascimento da filha: «Era um martírio, chorava e gritava»

No «Dois às 10», conhecemos a história de uma mulher que entrou em depressão pós-parto.

«Era um martírio, chorava e gritava», começou por dizer a convidada a Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz. Na altura, Beatriz Mourato não se sentia capaz de cuidar da filha devido à parte psicológica.

«Eu pedia para ela se acalmar quando eu própria não me conseguia acalmar. Senti nesse momento que não estava a ser uma boa mãe», retorquiu a entrevistada.

Também Cátia Felix, farmacêutica, começou a sentir uma enorme tristeza e frustração associada à amamentação dolorosa e à ansiedade de não conseguir corresponder às funções que a sociedade impõe a uma mãe.

É só ao final de um ano e nove meses é que lhe foi diagnosticado o problema e começou a ser acompanhada por psiquiatras e a terapeuta familiar: Carolina Vale Quaresma.

No fim, e depois de Cátia relembrar a tentativa de suicídio, Carolina explicou que uma em cada seis mulheres sofre de depressão pós-parto e deixou alguns conselhos.

A Não Perder

MAIS

Mais Vistos

Mais Vistos Goucha

Receitas

Fotos

Vídeos