Luís Filipe relata episódio constrangedor, que viveu por ter Parkinson: «Olham de lado e afastam-se»

Luís Filipe Silva conta como é viver com Parkinson, e como a doença lhe mudou a vida por completo.

No «Dois às 10», conhecemos Luís Filipe Silva. Foi diagnosticado com Parkinson aos 45 anos e teve de mudar a vida, em função da doença. Este bombeiro, de agora 46 anos, teve de deixar de trabalhar e começar a andar com ajuda. Em conversa com Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz, Luís Filipe contou que por vezes, as pessoas à sua volta não compreendem a sua situação, tendo já vivido situações constrangedoras, de discriminação por ter Parkinson: «Olham de lado e afastam-se». «Não tenham medo, Parkinson não é contagioso», salientou o convidado.

Luís Filipe contou também que não esperava o diagnóstico de Parkinson e que é difícil viver assim. Não pensa no futuro por saber que é difícil ter Parkinson. Por agora vive o presente, aquele que nunca quis viver.

É o testemunho de alguém que teve de dar a volta e mostrar que é possível viver com Parkinson e, acima de tudo, luta para que as pessoas saibam o que é a doença.

RELACIONADOS

Elisabete Abreu viu quem se aproveitasse de refugiados ucranianos: «Havia ali coisas que não faziam sentido»

Vera e Andreia Carvalho encontraram o amor, mas ainda têm obstáculos: «Há pessoas que não aceitam»

Filha de Carla Coimbra perdeu o pai: «Olhou para o caixão, pôs-lhe a mão no braço e soltou as lágrimas»

A Não Perder

MAIS

Mais Vistos

Mais Vistos Goucha

Receitas

Fotos

Vídeos