Florbela Queiroz: «Se me der alguma coisa ninguém me pode acordar. Não quero cá ficar»

No «Dois às 10» recebemos a atriz Florbela Queiroz que nos fala dos 65 anos de carreira e de como tem vivido nestes últimos meses, desde a morte do filho

Os apresentadores começam por perguntar à atriz como tem vivido desde que perdeu o filho há quatro meses. Florbela Queiroz, sem medo de mostrar o seu lado mais frágil, admite que se sente muito só: «Já não tenho filho. A minha família está em Inglaterra, não tenho ninguém».

A atriz prossegue a conversa sobre o luto: «Se não nos agarrarmos a alguma coisa, o que é que estamos aqui a fazer? Se me tirarem a única coisa que tenho, o teatro, quero é ir-me embora daqui». Comovidos, Maria Botelho Moniz e Cláudio Ramos pedem a Florbela Queiroz que fale um pouco mais da sua fé: «Continuo a enviar mensagens para o facebook dele a contar como foi meu dia. Ele responde-me, só que de outras maneiras».

A atriz, no entanto, partilha que nunca se sentiu verdadeiramente feliz e recorda aos apresentadores o seu testamento vital: «Se me der alguma coisa ninguém me pode acordar. Não quero cá ficar». Florbela Queiroz termina com um desabafo, explicando que «já fez tudo» e que a morte não a assusta, assusta-a sim a ideia de ficar dependente de alguém.

RELACIONADOS

Joana Amaral dias sobre Jéssica: «Ela tinha a cabeça num bolo!»

Marta Cardoso: «Eles vieram da borga e eu vim do «Extra»

A Não Perder

MAIS

Mais Vistos

Mais Vistos Goucha

Receitas

Fotos

Vídeos