Joana Amaral dias sobre Jéssica: «Ela tinha a cabeça num bolo!»

9 set 2022, 16:19

No «Dois às 10» falamos sobre o relatório preliminar da autópsia a Jéssica, a menina de três anos que sofreu de maus-tratos até à morte

Quando pensávamos que Portugal não podia ficar mais revoltado com o caso de Jéssica, o relatório preliminar da autópsia saiu, acusando 131 maus-tratos no corpo da bebé.

Foi Joana Amaral Dias quem começou por comentar: «Nem uma dívida de 20 euros ou 20 milhões justificaria raptar uma criança. A psicóloga acrescenta: «Foi um pretexto para dar live trânsito aos instintos e impulsos mais bárbaros, malignos, sádicos, mais perversos que existem na humanidade».

Dos 131 maus-tratos que o corpo da criança revelou, 27 são feridas profundas. As marcas mostraram que Jéssica levou com água a ferver, queimaduras de cigarros, inclusivamente nos genitais, apesar de não ter havido abuso sexual, segundo a comentadora Joana Amaral Dias.

A psicóloga termina o seu comentário ao caso dizendo com profunda revolta que o último pensamento da criança foi «quem é que me tira deste inferno», sendo que a mãe da bebé não é a única responsável, mas também o são o pai e o estado português.

 

RELACIONADOS

Avó de Jéssica: «Ela estava à espera que a menina acordasse»

Terá a ameaça de morte à mãe de Jéssica relevância para o julgamento? A advogada Sofia Matos explica

Menino de três anos espancado pela ama com cinto

A história de Constança, contada pela mãe Andreia: «Ouvi médicos a dizer que a minha filha não era bonita»

A criança milagre que sobreviveu com 1% de hipóteses

A Não Perder

MAIS

Mais Vistos

Mais Vistos Goucha

Signos

Receitas

Fora do Estúdio

Fotos