«A minha filha viu o irmão falecer nas minhas mãos»

No «Dois às 10» recebemos os pais de Lourenzo, bebé que morreu nos braços da mãe aos sete meses, depois de ter passado horas nas urgências e ser enviado de volta para casa.

Sónia e Eusébio vivem revoltados com a morte do filho Lourenzo de apenas 7 meses. O bebé morreu nos braços da mãe, 10 horas depois de ir às urgências, onde lhe foi diagnosticada uma gastroenterite aguda. Esteve seis horas a ser observado pela equipa médica e enviaram-no de volta para casa. Os pais acreditam que se Lourenzo tivesse ficado internado, ainda estaria entre eles.

Sónia e Eusébio sentem que não podem viver este luto, não só pela injustiça que sentem quanto ao tratamento que lhes foi dado no hospital, como pelos seus três outros filhos, Leandro de 12 anos, Tatiana de cinco e Mateus, de 17 meses, ao qual foi diagnosticado síndrome de down: «O Mateus tem trissomia 21, não anda e não fala. A minha filha viu o irmão morrer nas minhas mãos. Está muito revoltada. Não vai à cozinha sozinha, não vai à casa de banho sozinha».

Quando chegaram ao hospital, Lourenzo foi atendido de imediato, pois encontrava-se com 40º de febre. Os médicos analisaram as fezes e chegaram à conclusão que era uma gastroenterite aguda: «Ele estava a tremer, suava, tive de lhe tirar a t-shirt. O médico voltou com a receita, benuron e brufen, e não o analisaram mais. É o que me deixa revoltada».

O bebé voltou para casa ainda bastante doente, segundo os pais. Quando Sónia acordou, no dia seguinte, apercebeu-se que o filho havia piorado e ligou imediatamente para o 112: “Enquanto não chegaram foram-me dando indicações para reanimar o bebé. Tapava-lhe o rosto para fazer a respiração…cheguei a beber sangue dele, não consegui".

Os pais aceitaram vir ao programa para partilhar a história. Lourenzo não pode voltar, mas anseiam saber o que aconteceu para fazerem o seu luto e ficar em paz.

RELACIONADOS

Joana Amaral Dias sobre a morte do pai: «Acabou por ser abandonado e isso eu não perdoo»

Pedro Fernandes, pai de Jéssica Fernandes: «Houve um momento em que a Jéssica me desiludiu»

«Batia em si mesmo, mordia-se… e a mim também, era sempre o alvo»

Jovem desaparecida há 11 dias é encontrada na rua, desorientada e com discurso pouco coerente

Sandrina Pratas sobre noivo Lucas Manoel: «Pensava que era mudo, ele não falava!»

Filipe vendeu haxixe por estar desempregado: «A minha filha pedia-me um iogurte para comer e eu não tinha».

A Não Perder

MAIS

Mais Vistos

Mais Vistos Goucha

Receitas

Fotos

Vídeos