Desviou mais de 1 milhão de euros e pôs termo à vida. Marido confessa não saber onde está o dinheiro

  • Joana Lopes
  • 4 mar, 15:23

Mulher de Rui Silva desviou dinheiro do banco onde trabalhava durante sete anos e acabou por pôr termo à vida. Rui vive com mágoa e sem perdoar a mãe dos filhos pelo sofrimento que lhes causou

Rui Silva foi convidado esta manhã, de 4 de março, do Dois às 10, onde partilhou a história da sua esposa, que fez um desvio grande de dinheiro no banco onde trabalhava e que se suicidou. Durante sete anos, a mulher de Rui desviou um total de mais de 1 milhão de euros do banco onde trabalhava há 30 anos.

O convidado recuou ao tempo em que eram uma família saudável e contou que, na altura, nada o fazia suspeitar que a esposa estava a cometer tal crime. Posto isto, Cristina Ferreira questionou o convidado: «O que ela faria com o dinheiro?». «Não faço ideia», respondeu Rui, realçando que o dinheiro desviado não se traduzia em nada que estivesse à sua vista.

Rui contou que apenas descobriu o que tinha acontecido depois da esposa se suicidar e deixar um bilhete, onde confessou o crime. «Deixou um bilhete no carro a confessar que desviou o dinheiro e o usou para ajudar pessoas desfavorecidas», contou.

Após a morte da esposa, os tempos não foram nada fáceis para Rui e para os filhos do casal. «Como é o Rui lidou com a sua vergonha?», questionou Cristina Ferreira. «Lidei mal. (…) A revolta continua a ser igual. (…) Continuo sem saber o porquê do que aconteceu», confessou o convidado, amargurado.

Rui não nega que vive com uma enorme mágoa e que, por enquanto, é incapaz de perdoar a mãe dos filhos pelo sofrimento que lhes causou a todos. «Acha que um dia vai conseguir ultrapassar isto e lembrar-se do bom que viveu com ela?», questionou Cristina Ferreira. «Se calhar, se calhar… Hoje ainda não», respondeu o convidado.

Veja, em baixo, outras histórias relatadas no Dois às 10:

Anabela recorda morte do marido: «A ficha cai quando tive de dizer aos meus filhos»

Verónica revive o acidente que tirou a vida ao companheiro: «Até hoje não sei se houve mão criminosa»

Viúva aos 45 anos, Cristina recorda últimas palavras do marido: «Vai embora. Os miúdos estão sozinhos»

A Não Perder

MAIS

Mais Vistos

Mais Vistos Goucha

Signos

Receitas

Fora do Estúdio

Fotos