Aida e Tomé ficam com o coração nas mãos

  • 22 nov, 00:00
Veja episódio na integra

Carlos (Rodrigo Paganelli) está por ali a comer e vai olhando para a porta, na esperança de ver Joana (Diva O'Branco). Ela aparece e fica surpreendida por vê-lo ali. Carlos diz que é da casa e Joana lembra-se do que Ana Carolina (Beatriz Barosa) disse sobre ele.

João Maria (Ricardo Trêpa) fica muito irritado por ver Carlos ali, depois do que fez a Ana Carolina. Joana fica intrigada.

Já estão no final do jantar e já estão todos "quentinhos" pelos copos que beberam. Sofia (Susana Mendes) faz um brinde à melhor dupla sertaneja de sempre e olha para Nando (Manuel Marques). Aida (Ana Guiomar) dá um toque a Tomé (Pedro Teixeira) para que não fique para trás e incentiva-o a fazer um discurso. Tomé agradece o apoio de Sofia e Corcovada (Maria do Céu Guerra) e sugere cantarem uma canção.

Peixoto (Vítor Emanuel) chega de rastos e todos ficam preocupados com ele. Este não consegue explicar muito bem o que sente, mas queixa-se de solidão e do estado miserável em que a casa está. O Padre (Carlos M. Cunha) diz que Peixoto teve uma grande ideia, mas ninguém consegue perceber que ideia foi essa.

Estão todos cada vez mais animados, exceto Oliveira (Joaquim Nicolau), que está farto e vai bebendo para suportar aquilo. Sofia olha para Nando e Maria Irene (Maria Simões) chama-a atenção por estar a dar muito nas vistas. Tomé recebe uma chamada de Paulo (Hélder Agapito) e ficam todos preocupados. Tomé fica lívido com o que Paulo lhe diz sobre Betinha (Ana Marta Contente).

Aida fica em pânico quando percebe que algo se passou com a filha. Tomé, a muito custo, lá consegue dizer que Betinha está perdida na serra e ficam todos em choque. São (Sílvia Rizzo) e Florinda (Ana Brito e Cunha) têm de ampará-la.

Peixoto tenta colocar gelo no sítio onde o Padre lhe deu as palmadas, mas não está fácil. Continuam todos muito confusos sobre a ideia que o Padre terá tido para o Natal. Ele acaba por revelar que vão fazer uma fogueira gigante no largo da igreja.

João Maria está furioso por Quina (Maria Rueff) o ter expulsado da cozinha. Ana Carolina não gosta que o pai chame empregadita a Quina e repreende-o. O pai de Ana Carolina acusa Carlos de ter sido uma má influencia para a filha e afirma que está muito diferente desde que está na aldeia. Esta reconhece que aprendeu muita coisa e que o pai devia fazer o mesmo.

Aida está catatónica e São e Florinda amparam-na. Oliveira diz que é preciso iniciar as buscas e Tomé prontifica-se a procurar a filha. Nando oferece-se para ir com ele e Bino (Pedro Alves) para levar o carro. Tomé começa por recusar a ajuda, mas percebe que não tem alternativa, pois está sem carro e aceita.

Glória pergunta ao Padre se a grande ideia para o Natal foi juntar uns paus e pô-los a arder. Peixoto está orgulhoso pela ideia ter partido dele. O Padre pensa noutras atividades para juntar à fogueira. Glória acha que vai dar mau resultado. O Padre percebe que a sangria tem mais sumo do que vinho e pede um licor. Todos congelam.

Alguns elementos do grupo estão por ali a pensar no que podem fazer e Nelinha (Inês Herédia) diz que não consegue ficar parada. Fatinha (Marta Andrino) pergunta se podem rezar e todos dão as mãos e começam a rezar.Tomé, Nando e Bino chegam a discutir uns com os outros. Tomé vê todos sentados e repreende-os por não estarem à procura de Betinha.

Episódios

Mais Episódios

Personagens

Mais Personagens