Carlos defende Bino

  • 8 jul, 00:00
Veja episódio na integra

Florinda (Ana Brito e Cunha) fica surpreendida por Albino (Pedro Marques) ainda estar em casa, pois julgava que ele já estaria na aldeia a comprar votos. Ela diz-lhe que vai fazer um cozido e Albino julga que a mulher o está a seduzir, ficando todo entusiasmado.

São (Sílvia Rizzo) está muito infeliz e tenta desenvencilhar-se do Padre (Carlos M.Cunha), mas ele não para de falar. Este sugere-lhe que frequente as aulas de Latim, mas ela não se mostra muito entusiasmada. O Padre convence-a dizendo que os candidatos dispostos a aprender, costumam ter mais votos.

Fátima (Marta Andrino) e Tomé (Pedro Teixeira) conversam com Manel (Vítor Norte) sobre a confusão que foi quando deixou ali o canário. Ele está de saída quando encontra Corcovada (Maria do Céu Guerra) e esta lhe diz que vai precisar da ajuda dele e de Tomé. Manel fica apreensivo e Tomé, curioso.

Tomé e Manel andam a medir tudo sob comando de Corcovada, enquanto Ana Carolina (Beatriz Barosa) anota tudo. Corcovada quer remodelar o espaço e avisa Manel que segunda-feira têm de ir ao chinês comprar tecidos novos. Ele revira os olhos.

São já está deitada na cama, derreada. Fernando (Manuel Marques) coloca-lhe um pano húmido na testa, preocupado. São diz que ficou assim, cheia de dores de cabeça, por causa do latim do Padre e culpa o marido por não ter ido com ela. Fernando fala em latim e ela tem vontade de lhe bater.

Manel acha que já tiraram as medidas todas e prepara-se para ir embora, mas Corcovada quer tirar as medidas aos bancos e aos quadros. Ana Carolina acha que a decoração está bem assim, pois faz parte da identidade da aldeia, mas a sua bisavó acha melhor tirar as medidas na mesma. Tomé e Manel bufam, mas retomam as medidas, resignados.

Albino dá indicações a Carlos (Rodrigo Paganelli) e Elisabete (Ana Marta Contente) sobre como devem proceder nos preparativos para as eleições e depois dá uma mini palestra a Carlos sobre a importância da democracia.

Ana Carolina e Corcovada vão vendo as prateleiras com a ajuda de Aida (Ana Guiomar), que tenta exibir ao máximo os seus produtos. A mulher de Tomé recomenda vários produtos e Ana Carolina compra alguns. Corcovada diz que prefere tudo mais simples, mas gosta de conhecer as novidades. 

Carlos fica indignado por Albino estar a sugerir que ele oriente os votos, de forma a votarem nele. O filho de Florinda recusa-se, pois considera isso antidemocrático. Bino fica furioso por não poder contar com o filho para nada. 

Corcovada dá algum dinheiro a António (Luís Simões) para poder ir ver um jogo da seleção e ele fica sem reação. Quando Corcovada está quase a ir embora, António abraça-a. A bisavó de Ana Carolina disfarça e diz que ele ficou assim porque ela o elogiou. 

Albino está sentado diante do seu cozido, com um ar muito feliz. Florinda está satisfeita por ver o marido tão consolado. Albino diz que amanhã é um dia muito importante e a mulher vai ter de estar ao lado dele. Florinda afirma que tem mais que fazer e que pode não ser ele a ganhar. Ele fica pasmo e perde o apetite. Só continua a comer porque é cozido.

Glória (Catarina Avelar) está por ali a criticar tudo o que encontra e a dizer mal de Albino. Carlos não aguenta mais ouvi-la falar mal do pai e defende-o. Albino emociona-se ao ouvir o filho defendê-lo.

Fátima (Marta Andrino) faz um esforço para aturar Tomé (Pedro Teixeira) que está em nervos por causa das eleições e Manuela (Inês Herédia) que está por ali a implorar por perdão. Jorge (Manuel Marques) dá graxa a Tomé e diz-lhe que as eleições estão no papo. Nelinha decide prestar os seus serviços de coaching a Tomé.

Albino está orgulhoso pela forma como Carlos o defendeu. Elisabete (Ana Marta Contente) também fica do lado de Albino e ele emociona-se com a equipa que formou. Glória é que continua a dizer mal de tudo e está convicta de que Bino não vai ganhar as eleições. Os dois discutem e Carlos e Elisabete têm de intervir.

Tomé ouve atentamente os conselhos de Manuela e tenta pô-los em prática. Fátima está sem paciência para aquela conversa e compara-a à do Padre quando bebe. Jorge pesquisa a palavra "Coach" no telemóvel, mas tem pouca rede e anda de braço esticado no ar. Fátima quer sair daquele filme.

Carlos e Elisabete estão a acabar de arrumar as coisas para as eleições. Carlos decide abrir a caixa com os boletins de voto e fica espantado com o que vê, olhando para Elisabete, incrédulo.

 

Episódios

Mais Episódios