Fraude com os votos dos emigrantes é descoberta?

  • 16 jul, 00:00
Veja episódio na integra

Fernando (Manuel Marques) e Florinda (Ana Brito e Cunha) já beberam um pouco e imitam os seus cônjuges. Estão bem-dispostos e riem com as imitações um do outro. Continuam a beber e a conversar, animados.

Fátima (Marta Andrino) prepara uma caipirinha para Corcovada e Betinha (Ana Marta Contente) conta-lhe que há suspeita de fraude eleitoral. Fátima está farta de trabalhar e não quer pensar na possibilidade de as eleições serem anuladas. Ela prova a caipirinha e comprova que está forte. Betinha prova também e apressa-se a levar a caipirinha.

Camila (Marta Gil) e o Sôtor (José Carlos Pereira) encontram-se por acaso e conversam sobre o processo dele. Ele diz que se aproxima a data do julgamento e pede desculpa por a ter envolvido naquilo. Camila diz que está ali para o que ele precisar, mas ele não quer que ela seja prejudicada por sua causa.

São está perturbada por não haver nenhum voto dos emigrantes. Bino tenta minimizar a situação e foca-se nos outros votos. Ele acha que devem dar importância a quem se dignou a votar. Corcovada chama o Padre (Carlos M. Cunha) à parte para falarem.

Camila dá força ao Sôtor e ele olha-a apaixonado. Trocam elogios e ele não resiste mais e beija-a. Betinha estava a passar por ali e assiste ao beijo.

António (Luís Simões) e Nelinha (Inês Herédia) tentam acalmar Aida (Ana Guiomar), apesar dela dizer que não está nervosa. Eles insistem nas suas técnicas para a acalmarem e ela começa a ficar enervada. Cada um conta uma história ao mesmo tempo e Aida começa a ter um ataque de pânico. Nelinha e António jogam à cabra cega e quando reparam, Aida já não está lá.

Corcovada e o Padre concordam que é muito estranho não haver votos dos emigrantes e não têm dúvidas de que algo se passou. Eles querem apurar responsabilidades e referem que a transparência das eleições ficou comprometida. Bino e Tomé tentam perceber o que eles estão a dizer. O Padre e Corcovada anunciam que tomaram uma decisão.

Carlos chega a casa furioso e depara-se com Florinda e Fernando perdidos de bêbados e com a mãe a imitar um pássaro. Ela vai para revelar quem matou Bino, mas ao ver Carlos paralisa. Florinda e Nando riem como se não houvesse amanhã, mas vai haver e não vai ser fácil.

O Padre (Carlos M.Cunha) anuncia que não há dúvidas de que houve fraude eleitoral e que a legitimidade das eleições ficou comprometida. Corcovada (Maria do Céu Guerra) completa dizendo que assim sendo, a presidência da comissão de festas será entregue ao Padre. Bino (Pedro Alves), Tomé (Pedro Teixeira) e São (Sílvia Rizzo) ficam de queixo caído. Glória (Catarina Avelar) aplaude efusivamente a decisão, mas é a única, pois nenhum dos candidatos se conforma.

Corcovada (Maria do Céu Guerra) diz que não resta alternativa, depois de ter havido fraude com os votos dos emigrantes e haver irregularidades no boletim de voto, alertando que há uma particularidade e os candidatos ouvem-na num misto de raiva e curiosidade.

Carlos (Rodrigo Paganelli) olha perplexo para Florinda (Ana Brito e Cunha) e Fernando (Manuel Marques), que continuam a rir que nem uns perdidos, completamente embriagados. Carlos vê as garrafas e percebe que beberam bastante mas acaba por achar piada por ver a mãe tão animada, embora desconfie que ela não queira que Bino (Pedro Alves) a veja assim e por isso despacha Fernando para casa.

Fátima (Marta Andrino) queixa-se do dia difícil que teve, mas Nelinha (Inês Herédia) diz-lhe que é tudo psicológico e gaba-se por ter posto Tomé (Pedro Teixeira) a falar. António (Luís Simões) quer saber em quem elas votaram, mas nenhuma das duas revela.

Corcovada (Maria do Céu Guerra) revela que os três candidatos irão organizar a festa em conjunto, mas todas as decisões terão de ser validadas pelo Padre (Carlos M.Cunha). Bino (Pedro Alves), Tomé (Pedro Teixeira) e São (Sílvia Rizzo) ficam indignados, mas têm que se conformar. Glória (Catarina Avelar) aplaude a decisão.

Nelinha (Inês Herédia) fez uma lista das pessoas que já ajudou e Fátima (Marta Andrino) goza com ela por terem sido só duas pessoas. Nelinha diz que a próxima pode ser Fátima, mas esta garante que não será. A secretária do Sôtor diz que já sabe o que vai fazer e que amanhã será um dia histórico.

Fernando (Manuel Marques) chega a casa bêbado e canta muito animado mas não consegue pousar a chave como deve ser e fala para a televisão como se o estivessem a entrevistar. Fernando serve-se de mais uma bebida e fica a falar com o jornalista.

RELACIONADOS

Vem aí: Louis interrompe o beijo entre Ana Carolina e Carlos

Vem aí: Fraude nas eleições?

Vem aí: Vuitton faz um telefonema a Carlos

Vem aí: Fernando e Florinda imitam os cônjuges

Episódios

Mais Episódios