Isabel desconfiada de Sôtor

  • 22 jan, 00:00
Veja episódio na integra

Isabel (Marta Melro) prepara-se para atender Abel (Júlio César), enquanto ele lhe conta o que se passou em casa de Corcovada (Maria do Céu Guerra). Isabel acha piada. Abel diz que para além de todos os exames e medicamentos que Isabel já lhe tinha prometido, vai precisar de calmantes. Isabel estranha ver mais coisas fora do lugar e fica intrigada. 

Paulo (Hélder Agapito) volta para entregar a carta a Aida (Ana Guiomar), mas António (Luís Sim ões) diz-lhe que ela não está. Paulo fica à espera de Aida e António mostra-lhe os fatos que estava a ver para o casamento. Paulo diz que não são indicados e autointitula-se como um entendido em casamentos. Paulo sugere que António tire apontamentos do que lhe vai dizer. 

O Sôtor (José Carlos Pereira) vai ao consultório para falar com Manuela (Inês Herédia), mas não a vê e acaba por se cruzar com Isabel. O Sôtor fica meio aflito e Isabel nota. Isabel pede-lhe para explicar o que está ali a fazer e porque motivo ficou enrascado ao vê-la. Ficam a medir-se com o olhar. O Sôtor diz que veio trazer um chá a Manuela, mas como ela não está, vai embora. Isabel volta a dizer que não quer aquelas coisas ali e ainda lhe pergunta onde está o chá, desconfiada, mas o Sôtor vai embora o mais rápido que pode. Isabel fica a protestar por ele ser tão maluco quanto giro e fica irritada por isso. 

São (Sílvia Rizzo) vai ter com Zé Tó (Aldo Lima) para lhe mostrar os tecidos que escolheu para a novela e ele gosta da visita dela. São mostra os tecidos, entusiasmada, mas Zé Tó está mais interessado nela e diz que gosta de a ver assim tão empenhada. 

Paulo continua a dar a sua palestra sobre casamentos e António vai prestando atenção ao que ele diz. Paulo acha estranho Aida estar a demorar tanto tempo e decide ir ver o que se passa. António diz que é melhor ser ele a ir lá. Paulo fica choroso a achar que aconteceu o pior. 

Bino (Pedro Alves) pergunta a Peixoto (Vítor Emanuel) o que está ali a fazer na junta e repara que ele está alcoolizado. Peixoto assume que esteve a beber para esquecer a traição de Valquíria (Maria Sampaio). Bino senta Peixoto numa cadeira e vai à procura de uma água com gás. 

Paulo fica muito feliz por ver que Aida está viva e abraça-a com muita força. António pede a Paulo para entregar a carta a Aida e ela fica com um ar enigmático quando a abre.  António e Paulo tentam ver o que diz a carta, mas Aida percebe e afasta-os. Eles percebem que o assunto é importante e Aida não confirma nem desmente. António acha que Aida está estranha e Paulo diz que ela está assim por quase ter morrido. Aida não percebe nada e decide fechar a loja. António estranha ainda mais. 

São continua toda entusiasmada a mostrar os seus tecidos. Zé Tó não ouve nada do que ela diz, mas gosta de a ter ali com aquela energia toda. Zé Tó diz que é muito bom ter alguém assim tão dedicado na novela e São fica toda vaidosa. 

Bino está a tentar levantar Peixoto do chão e ele continua a lamentar-se por ter sido traído por Valquíria. Peixoto acha que ela percebeu que ele ficou sem dinheiro e trocou-o por outro. Bino tenta chamar Peixoto à razão e tirá-lo do desespero em que se encontra. Bino afirma que Peixoto tem de ultrapassar aquilo, mas este diz que é incapaz de a esquecer. Bino revela que ele não a vai esquecer, mas sim reconquistar. Peixoto fica interessado. 

Episódios

Mais Episódios