Tomé desaparece

  • 29 nov 2021, 00:00
Veja episódio na integra

Rita (Margarida Moreira) , Mário (Pedro Giestas) e Tomás (João Lima) estão em amena cavaqueira a relembrar o passado. Tomás diz que os pais deviam ficar juntos e pronto. Mário muda de conversa porque não quer que Isabel (Marta Melro) oiça aquilo. Alice (Telma Cardoso) e Abel (Júlio César) estão com medo daquele jantar. 

O Padre (Carlos M Cunha) come a canja deliciado e revela que cada vez que come canja se lembra do "Crime do Padre Amaro". Celeste (Margarida Antunes) começa a ficar com os calores e o Padre conta que lia o livro às escondidas no seminário. O Padre afirma que comia muita canja, mas nenhuma era tão boa como a de Celeste. Ela sorri, contente. 

Carlos (Rodrigo Paganelli) pergunta a Corcovada (Maria do Céu Guerra) se ainda vai precisar dele e ela diz que não, mas depois pede-lhe para ficar mais um pouco e diz-lhe que ele é muito especial. Carlos acha-se uma pessoa normal. Corcovada mostra-se preocupada com o futuro de Carlos e ele fica confuso. Corcovada sugere que Carlos vá estudar, mas ele acha que já não tem idade para isso. Corcovada afirma que até ela tem idade para ir estudar. Carlos não faz ideia de que curso escolheria, mas Corcovada sugere que ele vá estudar música. Carlos fica a pensar naquilo. 

São (Sílvia Rizzo) e Vuitton (Beatriz Costa) estão na sala, quando aparece Bino (Pedro Alves) aos gritos, desgostoso pelo rato ter desaparecido. Bino diz que vai chamar a polícia, mas São e Vuitton desencorajam-no. 

Estão todos a jantar e Rita faz por monopolizar as atenções todas para si. Tomás e Mário vão na conversa. Alice e Abel estão mais solidários com Isabel. Rita diz que ela e Mário foram convidados para serem padrinhos do filho de uns amigos e Isabel não aguenta mais e fuma um cigarro ali mesmo. Ficam todos a olhar para ela em choque. Mário pergunta a Isabel há quanto tempo fuma. Não que esteja preocupado com a saúde dela, está apenas preocupado com o dinheiro que ela gasta. Isabel sugere que Mário pergunte o preço do tabaco a Rita, pois ela também fuma e ele nunca desconfiou. Mário fica surpreendido. 

Corcovada e Florinda (Ana Brito e Cunha) estão a tomar o pequeno-almoço, quando Paulo (Hélder Agapito) entra por ali adentro. Paulo diz que tem cartas para as duas e elas estranham. Quando Paulo vai para lhes entregar as cartas, repara no bolo e pergunta de que é. Enquanto Paulo come uma fatia de bolo, Florinda olha para a sua carta e devolve-a porque não é para si. Corcovada diz que a dela é para ela e Paulo festeja. Paulo diz que tem de ir embora e gaba-se de ser muito pontual. Corcovada oferece-lhe um bocado de bolo e ele leva-o todo. Corcovada entrega a sua carta a Florinda e pede-lhe para entregar a Carolina (Beatriz Barosa). 

Isabel acusa Abel de ser um hipocondríaco chato e Tomás, muito indignado, intervém para defender Abel, mas Isabel está implacável e recomenda-lhe que beba um chá de salsa e coma uns morangos para se acalmar. Isabel diz que tem de ir trabalhar e pede a Tomás para pesquisar a palavra no Google, para saber do que se trata. 

São está reunida com Fernando (Manuel Marques) e Peixoto (Vítor Emanuel) e afirma que a aldeia precisa de modernidade. Peixoto diz logo que com o dinheiro que a Junta lhe disponibiliza é impossível trazer modernidade. Fernando, farto de levar com as mangas de São, senta-a na cadeira e pede-lhe para dizer tudo de novo. 

Florinda repreende Corcovada por ter mentido a Paulo, pois assim ele não aprende. Corcovada diz que em vez de o chamarem à atenção, têm de o ajudar a superar as suas dificuldades. Florinda fica emocionada com a bondade de Corcovada. 

Aves (Hugo Sousa) está por ali a gabar-se de ser o melhor vendedor de frangos e compara-se a Ronaldo. Quando vê Alice (Telma Cardoso) , Aves fica todo interessado, mas Fátima (Marta Andrino) e Jorge (Manuel Melo) explicam-lhe que ela não é para o bico dele, pois ele vende frangos e ela é veterinária. Aves fica a pensar naquilo. 

Florinda emocionou-se com a bondade de Corcovada e agora que a ouviu falar daquela forma de Paulo, concorda plenamente em ajudá-lo. Corcovada diz que tem de pensar numa forma de o fazer sem ferir suscetibilidades. Mas por agora é melhor fazerem outro bolo, porque ainda comida mais uma fatia ou outra. 

Episódios

Mais Episódios